Depois de reunir com aliados, David Almeida anuncia hoje com quem marcha no segundo turno das eleições - Fato Amazônico

Depois de reunir com aliados, David Almeida anuncia hoje com quem marcha no segundo turno das eleições

Enquanto Rebecca Garcia (PP), que ficou no terceiro lugar no pleito das Eleições Suplementares 2017, revelou, durante coletiva de imprensa no último domingo (6) que não pretende apoiar nenhum dos dois candidatos que seguem para o segundo turno, o governador interino, David Almeida (PSD), principal aliado da candidata do Partido Progressista, conversou ontem (7) com aliados e na tarde desta terça-feira anuncia em coletiva à imprensa com quem marcha na eleição com o ex-governador Amazonino Mendes (PDT) ou senador Eduardo Braga (PMDB) ou ficará neutro.

Antes de definir seu apoio a ex-deputada federal Rebecca Garcia, no dia 13 de junho David Almeida disse a imprensa que não era obrigado a apoiar o candidato do senador Omar Aziz. “Se o candidato for o Amazonino, eu não apoio. Os demais, estou aberto à conversa”, declarou.

Já na campanha ao lado de Rebecca Garcia, David Almeida disse em um evento que foram tirar Amazonino “de uma rede” para ser candidato ao governo do estado.

David Almeida, também atacou o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), um dos principais aliados de Amazonino. Outro alvo do governador interino na campanha foi o senador Omar Aziz, líder do PSD no Amazonas e que não deixou o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, ser candidato do partido nas eleições, deu seu apoio a Amazonino Mendes.

O governador interino, que conversou por duas ou mais vezes com Braga no primeiro turno e pelos ataques contra o grupo de Amazonino Mendes se mantiver a coerência poderá marchar com a chapa do senador do PMDB.

Braga atrás de aliados

Em coletiva no domingo (6), Eduardo Braga disse que irá buscar o apoio de todos, inclusive do governador David Almeida (PSD), que estava apoiando a candidata Rebecca Garcia. “Vamos tentar conversar com todos. Sem exceção, incluindo David Almeida, que teve uma participação muito importante no pleito”, acrescentou.

Com relação a Rebecca Garcia e José Ricardo, Braga disse os dois candidatos tiveram uma participação vitoriosa na eleição. “A partir de agora, serão dois grupos que podem ter origem comum, mas que pensam diferente. Não estão fazendo aliança com quem enterrou o nosso estado”, declarou o senador.

Amazonino afirma que não vai buscar apoio de Rebecca

Ao contrário de Braga que disse que vai correr atrás de alianças, o ex-governador Amazonino Mendes, vencedor do primeiro turno da eleição suplementar após a divulgação do resultado das eleições afirmou em coletiva a imprensa que na campanha para o segundo turno não vai procurar o apoio da candidata que ficou em terceiro lugar na disputa, Rebecca Garcia (PP).

Amazonino afirmou que não terá o propósito de buscar o apoio da candidata Rebecca Garcia (PP), mas que vai estender a mão caso ela o procure voluntariamente.  “Foi uma mulher corajosa e mostrou qualidade, agora apoiar ou não é uma questão de consciência dessa querida candidata”,