Desembargador Alcemir Figlioulo lança livro sobre sua trajetória - Fato Amazônico




Desembargador Alcemir Figlioulo lança livro sobre sua trajetória

Desembargadores e juízes do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), além de familiares, amigos, autoridades e imprensa prestigiaram na manhã da última sexta-feira (22) o lançamento da obra "Uma breve história de amor e de lutas", do desembargador Alcemir Pessoa Figliuolo.

O magistrado, hoje aposentado, foi presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e por diversas vezes assumiu a governança do Estado. Em sua obra, ele traz uma breve história de toda a sua trajetória, narrando fatos da vida pessoal, familiar e profissional. O livro começa narrando a vinda de seus parentes da Calábria, região da Itália, e em ordem cronológica, conta um pouco dos sonhos e realidades vividos pelo autor.

Liderando a mesa de boas-vindas ao autor do livro, o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, destacou que "a obra é um belo documentário de uma história de amor e de luta, narrado pelo coração. Lembro-me de um grande poeta gaúcho, Luís Coronel, que disse em muitos versos a sua amada cidade, que nós somos os nossos sonhos e as lembranças que nos seguem. Essa poesia define o seu livro, que traz em suas páginas os fatos e lembranças de sua vida. Devo dizer, ainda, que ele é de grande contribuição para todos os magistrado do Amazonas", disse o desembargador Ari Moutinho.

Alcemir Figliuolo comentou que foi uma "dupla emoção de estar no TJAM nesta sexta: primeiro, porque é aniversário de minha neta; segundo, porque hoje torna-se realidade o lançamento do meu livro. Minha felicidade é maior ainda porque foi aqui, nesta casa, que passei 45 anos da minha vida, exercendo minhas atividades profissionais. Iniciei como escrivão no Tribunal do Júri, depois fiz concurso para juiz de Direito e finalmente assumi o cargo de desembargador. Além de tudo isso, hoje ainda encontro amigos de longa data que estão me prestigiando".

O desembargador e autor da obra disse ainda que o desejo de escrever o livro nasceu da vontade de deixar para a sua família e amigos uma história viva do que ele viveu, tanto nos momentos de alegria quanto de tristeza. "E também deixar registrado o que eu e minha esposa Graça já vivemos nesses mais de 40 anos de convivência, sempre ao meu lado, em todos os momentos", complementou.

Participando da mesa oficial da solenidade, o jornalista, advogado e membro da Academia Amazonense de Letras, Júlio Antônio Lopes, enfatizou que "Alcemir Figliuolo possui o dom de uma prosa fácil. O que poderia parecer um enredo particular ganha, nas letras dele, uma coloração mais intensa e abrangente. Ao falar de sua trajetória de amor, ao lado de sua esposa e dos seus, bem como de lutas, de episódios alegres e, mesmo, tristes, que viveu. Alcemir dialoga com nossos corações", disse.Entre as autoridades presentes estavam o procurador geral de Justiça do Estado, Francisco das Chagas Cruz; a secretária de Governo, Rebecca Garcia; o deputado federal Carlos Souza; o deputado da Assembleia Legislativa do Amazonas, Fausto Souza; o secretário da Casa Civil da Prefeitura de Manaus, Lourenço Braga; o secretário de Estado de Cultura Robério Braga; e os jornalistas Baby Rizzato, Julio Ventilari e Hermengarda Junqueira.

Os desembargadores aposentados do TJAM Marinildes Lima, Paulo Feitoza e Liana Mendonça de Souza, também prestigiaram o lançamento.