Discussão entre policiais militares quase acaba em tragédia em Coari - Fato Amazônico

Discussão entre policiais militares quase acaba em tragédia em Coari

Uma discussão entre o soldado Paulo Muniz, lotado no 5º Batalhão de Polícia Militar de Coari, na manhã desta sexta-feira, com o aspirante Thiago Silva, do Batalhão de Choque, que está no município para uma operação, por pouco não acabou em tragédia, quando um outro PM, sacou a pistola PT 40 e partiu para cima do companheiro de farda.

Mas a versão do aspirante, é desmentida por PMs, do 5º Batalhão, que afirmam que a discussão não foi com o oficial, mas com um soldado do Batalhão de Choque, que sacou a pistola para o amigo de farda e só não atirou por ter sido contido por outros PMs.

Por telefone, o comandante geral da PM, coronel Almir David, disse que o fato ocorreu no momento em que o aspirante falava com a tropa que sairia para uma ação em Coari. De acordo com ele, o policial, ao ser chamado a atenção por estar sem a tarja de identificação, alterou com o oficial e recebeu ordem de prisão.

“Assim que ele recebeu a ordem de prisão, fugiu do quartel”, disse Almir David, informando que o tenente coronel Ewerton Cruz, já está em Coari, para apurar o ocorrido.

De acordo com o comandante, caso o policial seja preso ainda hoje, será lavrado o auto de prisão em flagrante por desacato a superior.