Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) completou, domingo, 24, 2 mil dias de administração, como destaque ao equilíbrio financeiro e fiscal da máquina pública e forte investimento com recursos próprios em obras na cidade.

“Em 2013, Manaus ocupava a vergonhosa posição no Índice da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, o índice Firjan. Tínhamos R$ 20 milhões em caixa e devíamos a quantia de R$ 360 milhões. O sistema de coleta de impostos era fraco e dependíamos de repasses federais que não vinham. Então, antes de qualquer investimento, era preciso arrumar a casa. E assim fizemos”, explica o prefeito Arthur Virgílio Neto.

Conforme lembrou o prefeito, após os ajustes internos era necessário azeitar a máquina administrativas e colocá-la para funcionar com eficiência e em ritmo harmonioso que permitisse o aumento da arrecadação e o equilíbrio das finanças públicas.

Segundo avaliação do prefeito, um dos reflexos mais positivos dessa  fase da nova gestão municipal foi na educação. Os investimentos realizados permitiram aumento gradativo no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e a diminuição da evasão escolar.

Manaus, segundo ele, contava com apenas uma creche. Hoje, ressalta, possui 16 novas unidades.

“A saúde deu um salto qualitativa na cobertura não só da atenção básica, mas laboratorial, centros especializados, ambulâncias e unidades móveis e fluviais”, destaca Arthur Neto.

Na área urbana, Arthur Neto destacou, por exemplo, a construção do Complexo 28 de Março – obra que, segundo ele, melhorou o fluxo de veículos entre as zonas Norte e Oeste da capital.

Ainda com relação ao planejamento da área urbana de Manaus, Arthur Neto declarou que, várias vias foram recuperadas e sinalizadas, permitindo conforto, satisfação e mobilidade ao turismo.

Ao longo de anos, ele disse que 4 mil km de ruas e avenidas foram recuperadas e 46 mil pontos da cidade foram beneficiadas com iluminação LED.

Neste domingo (24), Arthur Neto comemorou o maior plano de Obras de Verão já realizado na cidade, no total de R$ 320 milhões com recursos da arrecadação municipal de impostos investidos em recapeamentos, tapa-buracos, drenagem e serviços de infraestrutura em todas as zonas da capital.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •