Após assumir a presidência da Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), a deputada estadual Dra. Mayara Pinheiro (PP) se pronunciou, nesta quinta-feira (7), na tribuna, para tratar do caos que assombra o sistema de saúde pública da capital amazonense e do interior. Para a deputada o problema crônico se estendeu durante gestões anteriores e atualmente é o maior desafio do Governo do Amazonas.

Como presidente da Comissão de Saúde e Previdência, a deputada, que também é médica, vai trabalhar para cumprir os compromissos com os profissionais de saúde e resolver a falta de insumos e infraestrutura nos hospitais da cidade e, principalmente, do interior. “O poder Executivo agora na figura do governador Wilson Lima (PSC) e do vice governador e defensor público, Carlos Alberto Almeida (PRTB), tem em mãos o desafio de poder planejar a saúde, executar e conseguir andar nos trilhos do seu próprio orçamento da sua máquina pública, que a secretaria dispõe”, destacou a deputada.

Conflitos na saúde

As tratativas com o Executivo já estão sendo realizadas para que novas paralisações de médicos, enfermeiros e outros trabalhadores de unidades hospitalares sejam evitadas. 

A deputada Dra. Mayara, e o vice-presidente da Comissão de Saúde e Previdência, o deputado Ricardo Nicolau (PSD), têm como propostas o remanejamento do Fundos de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento (FTI), com um recurso de pelo menos R$ 874 milhões, que podem liquidar os pagamentos em atraso dos profissionais de saúde e resolver alguns dos problemas dos hospitais do Estado.

A proposta para a captação dos recursos financeiros ainda não foi formalizada no poder Legislativo, mas a Comissão, com a determinação e conhecimento de causa da deputada Mayara deve assegurar o remanejamento junto ao Governo.

Na tarde desta quinta-feira (7), a deputada estadual visita os hospitais e prontos-socorros 28 de Agosto, Dr. Aristóteles Platão Bezerra e Araújo e Dr. João Lucio Pereira Machado.