Duas pessoas desaparecem no Rio Negro após barco da Navegação Tanaka naufragar em São Gabriel da Cachoeira - Fato Amazônico

Duas pessoas desaparecem no Rio Negro após barco da Navegação Tanaka naufragar em São Gabriel da Cachoeira

A seca que atinge a região do Alto Rio Negro pode ter contribuído para o acidente da embarcação Tanaka Neto IV que virou cerca de 30 minutos depois de deixar o porto de São Gabriel da Cachoeira na manhã desta sexta-feira (24) rumo a Manaus. De acordo com testemunhas o motor onde estavam a bordo cerca de 102 passageiros (98 adultos e 4 crianças e mais a tripulação) virou depois de bater em uma pedra nas proximidades da Comunidade Curicuriari.

De acordo com nota da Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9° Distrito Naval informou que os passageiros foram resgatados, mas duas pessoas estão desaparecidas.

O Exército Brasileiro ajudaram no resgate das vítimas (Foto Divulgação CMA)

A Marinha informou ainda que militares do destacamento de São Gabriel da Cachoeira e embarcações do Exército Brasileiro estão dando apoio à Operação de Busca e Salvamento.

Um inquérito será instaurado para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do ocorrido.

Por telefone o advogado Lincoln Tavares disse que o empresário Antônio Tanaka dos Santos, proprietário da Navegação Tanaka, assim que soube do acidente tratou de correr atrás de organização toda logística do resgate dos passageiros e tripulantes que estavam a bordo da embarcação.

O advogado afirmou que homens do Exercito Brasileiro enviou lanchas, um helicóptero com uma equipe médica e mais funcionários da Navegação Tanaka ajudaram no resgate das vítimas.

Para atender as vítimas em São Gabriel da Cachoeira, o advogado disse que a empresa já tem uma assistente social e uma psicóloga. “Vamos prestar toda assistência as vítimas”, acrescentou Lincoln Tavares.