Educadores ambientais da Semed visitam o aterro sanitário - Fato Amazônico

Educadores ambientais da Semed visitam o aterro sanitário

Os coordenadores das Ocas do Conhecimento Ambiental e assessores de Educação Ambiental das Divisões Distritais Zonais (DDZs), da Secretaria Municipal de Educação (Semed), visitaram na manhã desta segunda-feira, 30, o aterro sanitário de Manaus, localizado na rodovia AM-010. A ação fez parte da aula prática do curso ‘Coletivo Educador Ambiental’, do Ministério do Meio Ambiente, que em Manaus está sendo coordenado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semmas).

A visita foi guiada pelo subgerente do aterro, Peter Maia. Ele falou sobre a criação do antigo ‘lixão’, em 1986, até a transformação dele em um aterro de resíduos sólidos controlado, em setembro de 2006.

“Antes tínhamos um lixão com catadores que moravam aqui. Hoje, o local é preparado para receber o lixo e todas as ações são fiscalizadas pela CPRM (Serviço Geológico do Brasil). Temos funcionários trabalhando 24h por dia aqui”, disse. Segundo o subgerente, a vida útil do aterro está prevista para até 2021.

Para a coordenadora das Ocas do Conhecimento Ambiental na Semed, Gina Gama, a visita serviu para observar que a população de Manaus não tem o hábito de fazer coleta seletiva dos resíduos. Para ela, a responsabilidade de informar a importância desta ação é da educação.
“Vejo essa visita como exitosa e a partir deste momento nós vamos traçar estratégias de como chegar cada vez mais na população e sensibilizar para as questões ambientais”, finalizou Gina Gama.