Educadores da Semed aprendem a usar plataforma online para registro de informações - Fato Amazônico

Educadores da Semed aprendem a usar plataforma online para registro de informações

Educadores da rede municipal de educação começaram, ontem, 14, curso de formação do Sistema Instituto Ayton Senna de Informações (Siasi). O treinamento vai até quinta-feira, 16, e é direcionado aos assessores das Divisões Distritais Zonais (DDZs) para a apresentação da plataforma online do sistema.

É na plataforma que serão registradas as informações das escolas, por meio de coleta de dados, a fim de elevar as condições de ensino com os programas de correção da distorção idade-série e da dificuldade de aprendizado.

“Os assessores vão cadastrar informações como que alunos nós estamos atendendo, a faixa etária, a escola e localização, assim como o grau de desenvolvimento de cada um destes estudante. Ou seja, serão várias informações que farão um raio-x da educação municipal”, explicou a coordenadora municipal do Instituto Ayrton Senna, Neuza Vianna.

A assessora da DDZ Sul, Andreza Costa, disse que a parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS) vai trazer, em pouco tempo, benefícios para o processo de ensino e aprendizagem das unidades de ensino da prefeitura.

“Vamos trabalhar os dados dos alunos e inseri-los no sistema do instituto. Então, tudo o que for coletado na escola pelas tutoras e repassado para nós (assessoras), iremos inserir neste sistema. Nele, teremos toda uma visualização do desempenho dos alunos”, observou.

Carro chefe

Agente técnica do Instituto Ayrton Senna e responsável pela formação do Siasi em Manaus, Maria Celeste Pitaluga, lembrou que todo o esforço dos envolvidos na parceria pode “ir por água abaixo” se as informações não forem repassadas de maneira correta para o sistema.

“Com essas informações, teremos ao final do ano um panorama da escola. A informação contida nesta plataforma é imprescindível, senão não funcionará. O Siasi é o carro chefe do Instituto”, afirmou.