Professores e unidades da rede municipal de ensino receberam na noite de quinta-feira (25/10), a Medalha de Mérito Educacional e Placa de Condecoração, oferecidas pelo Conselho Municipal de Educação (CME) aos profissionais e iniciativas da Educação que se destacaram nos últimos anos. A segunda edição do evento aconteceu no Palacete Provincial, no Centro da cidade.

A solenidade, que contou com a apresentação da orquestra Amazonas Jazz Band, homenageou os professores Reni Formiga e Jussara Marques, responsáveis pelo Complexo Municipal de Educação Especial e pela Divisão de Apoio à Gestão Educacional da Secretaria Municipal de Educação (Semed), respectivamente, e as Escolas Municipais Professor Waldir Garcia e de Educação Especial André Vidal de Araújo.  

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, acompanhada da subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Araújo, destacou o reconhecimento que o trabalho realizado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semed, recebe, ao ter profissionais homenageados por um órgão fiscalizador como o CME.

 “Parte da homenagem de hoje é graças a um  trabalho de gestão muito forte que temos feito, organizando processos, trabalhado com metas. Mas temos também o trabalho de órgãos de fiscalização e controle, como o CME, que contribuem para que as crianças e adolescentes de Manaus tenham um bom ensino garantido”.

A presidente do conselho, Maria das Graças Cascais, explicou  que a cerimônia tem a intenção de prestigiar educadores e instituições educacionais pelo relevante serviço prestado, direta ou indiretamente, à educação no município.

“O CME instituiu essa premiação aos professores, pedagogos  e pessoas que tem um relevante  trabalho na educação do município de Manaus, que precisam ser reconhecidas”, explicou.

Premiação

O evento concedeu oito medalhas de Mérito Educacional e cinco Placas de Condecoração a profissionais. As professoras Reni Formiga e Jussara Marques receberam a medalha. Responsável pela coordenação da Divisão de Apoio à Gestão Escolar (Dage), Jussara destacou que a homenagem é fruto do trabalho e avanços conquistados por ela e equipe ao longo dos anos.

“Isso é fruto de todo um trabalho conquistado e, acima de tudo, muita disciplina. E Educação é isso. É você se  doar, fazer o bem coletivo,  mudar a vida das pessoas, vencendo barreiras diárias. Isso  que é fazer educação plena”.

As escolas André Vidal de Araújo e Waldir Garcia, primeira unidade municipal de Educação Integral, receberam a Placa de Condecoração. A gestora da Waldir Garcia, Lúcia Cristina Cortez, descreveu como sentimento mais forte do momento a emoção de ver que o trabalho dos 35 profissionais da unidade é valorizado.  

“A escola fica muito honrada, lisonjeada e muito feliz pelo reconhecimento do   trabalho que a escola vem realizando. E isso é legal também, porque constatamos que estamos no caminho certo, que o trabalho vem dando fruto e, também, nos  motiva para continuar”.

O gestor da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, Helivan Dantas, destacou a equipe de profissionais da unidade, que faz a diferença. “Essa homenagem é o reconhecimento de todo o trabalho de uma equipe que eu chamo de equipe histórica”, argumentou. 

Outros homenageados

Também foram homenageados o professor Lucídio Rocha dos Santos, representante da Universidade Federal do Amazonas (Ufam); a professora Maria Auxiliadora de Queiroz Brasil, do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam); a  pedagoga Luisiane do Socorro Lopes Belém, do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Estado do Amazonas – (Sinepe/AM); a professora da Ufam, Valdete da Luz Carneiro, o professor Antônio José da Silva, da Câmara Municipal de Manaus (CMM) e, postumamente, a professora e fundadora da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas, Ruth Prestes Gonçalves.