ELEIÇÃO SUPLEMENTAR: Pesquisa de Durango Duarte mostra empate técnico entre Amazonino e Braga - Confira - Fato Amazônico

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR: Pesquisa de Durango Duarte mostra empate técnico entre Amazonino e Braga – Confira

A #PESQUISA365 (pesquisa) divulgada na tarde desta segunda-feira (17) por Durango Duarte mostra um empate técnico entre o ex-governador Amazonino Mendes (PDT) Eduardo Braga (PMDB) na intenção de votos na eleição suplementar a governador do estado. O peemedebista obteve 24,1% das intenções de voto, sendo que 32,6% foram conquistados no interior e 18,4% na capital. Já Amazonino conseguiu 24,0%, dos quais 26,3% no interior e 22,4% na capital.

Foram entrevistadas 2.000 mil pessoas, sendo 1.200 na capital e 800 no interior, com margem de erro de 2,2% e grau de confiabilidade de 95%. O período de campo ocorreu entre 11 e 16 de julho do corrente ano e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número AM – 05395/2014.

A terceira colocação se manteve com a candidata Rebecca Garcia, com 13,5%, quase dois pontos a mais do que na última rodada. Essa evolução se dá pelas intenções de votos na capital amazonense, onde Rebecca está atrás de Eduardo Braga por apenas 3,1%.

A quarta colocação novamente pertence ao petista José Ricardo, com 8,5%, oscilando positivamente apenas meio ponto em relação à última pesquisa, o que indica que dificilmente ultrapassará a atual terceira colocada, devido à sua enorme dificuldade de presença no interior. Os dois formam o chamado segundo pelotão, totalizando 22% das intenções de votos no Estado.

O terceiro pelotão é composto por cinco candidaturas: Marcelo Serafim (2,9%), Luiz Castro (2,7%), Liliane Araújo (2,4%), Wilker Barreto (1,4%) e Jardel Deltrudes (1,0%). A soma de todos esses percentuais resulta em pouco mais de 10%. A grande disputa desse terceiro bloco é saber quem ficará na 5ª colocação.

O número de eleitores que se declarou indeciso ou que votaria em branco/anularia o voto permanece altíssimo, com 20,8% (quase 400 mil votos). São esses que poderão decidir qualquer modificação no 1º turno, como também a vitória no 2º turno.