Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As ações do Governo do Amazonas marcaram ontem (23/06) dos moradores do município de Barreirinha (a 330 quilômetros de Manaus). Durante a entrega de 583 títulos definitivos de terra e a liberação de crédito a 14 produtores rurais, via Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), a presidente do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), Mônica Mendes, destacou os investimentos estaduais, na cidade, no montante de R$ 12 milhões.

Entre as ações que beneficiarão a terra do poeta Tiago de Melo está a construção de cinco escolas indígenas nas comunidades ao longo do rio Andirá; as reformas de três unidades escolares; a recuperação da malha viária da cidade, além do investimento no setor primário com os implementos agrícolas. “O governador Amazonino Mendes disponibilizou R$ 12 milhões de investimentos para o município, que inclui reformas e construção de escolas, sistema viário. E tem mais outra novidade que é o setor de produção, os equipamentos que serão entregues para os produtores, muito em breve, para ajudar a melhorar a produção e a qualidade de vida. É a interiorização da economia. Ele quer que o povo do interior produza”, comentou a presidente do FPS, Mônica Mendes.

Educação – No pacote de obras implantado na cidade, o secretário de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc), Lourenço Braga, assinou quatro convênios para a construção de cinco escolas e mais a reforma e ampliação de três unidades. Ao lado do prefeito Glênio Seixas, o secretário informou que pela primeira vez, o Governo do Estado vai construir escolas indígenas na região do rio Andirá. “Serão cinco escolas construídas com recursos do Estado, além das reformas de três grandes unidades”, frisou.

Títulos – Como resultado do Fórum Fundiário, implantado pelo governo de Amazonino Mendes em algumas cidades do interior, entre elas Barrerinha, foi iniciado, no local, a maior titulação de terra em área urbana do Amazonas. Neste sábado, foram distribuídos 583 títulos definitivos de terra, sendo 500 da área urbana e 83 da zona rural. A secretária de Política Fundiária (SPF), Paula Kanzler, afirma que até o fim deste ano, mais de dois mil títulos serão ofertados na cidade. “No Fórum, identificação a problemática de Barreirinha. Fizemos a parceria com a prefeitura local para realizar o trabalho. Vamos praticamente zerar a demanda de títulos da área urbana de Barreirinha”, explicou a secretária.

Afeam – Com relação à liberação de crédito para o setor primário, a Afeam contou com a parceria do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), órgão de assistência técnica da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), que elaborou os projetos juntos aos produtores rurais. Conforme a presidente da Afeam, Iolane Machado, mais produtores serão beneficiados em breve, com novos financiamentos. “Fizemos, hoje, a liberação para 14 produtores rurais. É a primeira ação no setor primário na cidade. Temos mais ações disponíveis para Barreirinha, na ordem de R$ 300 mil para a agricultura familiar, e mais o valor a ser capitaneado pelo ‘Renda da Certa’. O Governo do Amazonas estava voltado para o interior, preocupado com a geração de emprego e renda”, declarou Iolane Machado.

Para o prefeito Glênio Seixas, o investimento realizado por determinação do governador Amazonino, em Barreirinha, chega em um momento importante. Ele explicou que a obra do sistema viário, no valor de R$ 2 milhões, deverá iniciar no fim do mês. “Eu fiquei emocionado com os investimentos que o governador aplicou no município. A obra já licitou, em breve sai a ordem de serviço. Com a parceria com o Governo do Estado, faremos um bom trabalho”, comentou o prefeito.

O evento de entrega de títulos definitivos de terra ocorreu nas dependências da Escola Municipal Vilma Dutra, no bairro São Judas Tadeu.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •