Em dois meses, Arena da Amazônia rendeu mais de R$ 700 mil ao governo e R$ 1,2 milhão a clubes locais - Fato Amazônico

Em dois meses, Arena da Amazônia rendeu mais de R$ 700 mil ao governo e R$ 1,2 milhão a clubes locais

A uma semana da Arena da Amazônia ser entregue para a FIFA e a 30 dias para a Copa do Mundo, o Governo do Amazonas apresenta balanço dos eventos realizados na Arena e das ações para a Copa do Mundo. De acordo com o coordenador geral da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP COPA), Miguel Capobiango Neto a arrecadação da Arena alcançou as expectativas de faturamento e promoção do futebol local e todas as obras essenciais para a Copa terminam de ser entregues ainda neste mês.

“Os eventos na Arena movimentaram R$ 5,5 milhões e renderam ao Estado, por meio da Fundação Vila Olímpica, R$ 740 mil. Isto nos deixou muito tranquilos em relação ao futuro da Arena da Amazônia, pois o resultado foi muito positivo mesmo o Governo realizando uma quantidade mínima de eventos”. Juntos, os times Nacional, Princesa do Solimões e Fast faturaram R$ 1,2 milhão. “Desde a construção da Arena anunciamos que este seria um dos principais legados ao esporte que a Copa do Mundo traria”, declarou Capobiango, afirmando que já há agenda de shows para após a Copa. Dos R$ 740 mil, R$ 248 mil do jogo inaugural foram repassados a instituições de caridade pelo Fundo de Promoção Social (FPS).

Além da Arena da Amazônia, o Governo do Amazonas também assumiu junto à FIFA o compromisso de construir dois estádios que serão Campos Oficiais de Treinamento para as seleções que virão jogar em Manaus. Os Estádios Carlos Zamith, no bairro Coroado e o Estádio da Colina (Ismael Benigno), no bairro da Glória, serão entregues pelo governador José Melo nos próximos dias. Ambos não necessitam de intervenções temporárias, como Arena da Amazônia, para serem entregues à FIFA. O Estádio Carlos Zamith está sendo construído pelo Governo do Amazonas em parceria com a Prefeitura de Manaus, que cedeu o terreno para a obra.

As entregas do Governo do Amazonas para a Copa do Mundo também incluem o Centro Integrado de Comando (CICC) que será inaugurado no final deste mês e Centro de Convenções do Amazonas (CCA), que funcionará de apoio e onde ficará baseado o programa de Voluntários da FIFA. “Vale destacar que o investimento de R$ 8 milhões do Governo do Amazonas para construção do CICC garantiu ao Estado mais de R$ 100 milhões em equipamentos que estão sendo entregues pelo Governo Federal”, afirmou.

Legado ao Futebol Amazonense

O presidente do Nacional Futebol Clube, Mário Cortez, time que mais jogou até agora na Arena da Amazônia está muito otimista com o resultado dos jogos. “Nosso faturamento até agora superou os R$ 800 mil e isto é maravilhoso, corresponde a 5% de toda nossa arrecadação do ano passado inteiro”, afirmou Cortez.

O diretor de competições da Federação Amazonense de Futebol, Ivan Guimarães, também fez avaliação positiva do futebol local após a construção da Arena da Amazônia. “Ninguém teve prejuízo nos jogos da Arena, muito pelo contrário.

Além disso o torcedor ainda empolgado e motivado. É um incentivo para irem aos jogos, lá os espectadores estão melhor acomodados”, disse o representante da instituição.

DATA

JOGO

PÚBLICO

RENDA

TIME MANDANTE

FVO

09/03/2014

NacionalXRemo

20.000

R$ 443.750,00

R$ 351.443,81

R$ 248.000,00

15/03/2014

Princesa x Fast

9.000

R$ 200.000,00

R$ 104.000,00*

R$ 20.000,00

03/04/2014

Vasco x Resende

40.189

R$ 2.122.210,00

R$ 1.018.410,69

R$ 212.221,00

09/04/2014

Nacional x São Luis

3.183

R$ 124.700,00

R$ 37.234,40

R$ 12.470,00

30/04/2014

Nacional x Corinthians

35.773

R$ 1.970.700,00

R$ 487.841,28

R$ 197.070,00

08/05/2014

Princesa x Santos

19.475

R$ 568.270,00

R$ 260.894,99

R$ 56.827,00

127.620

R$ 5.429.630,00

R$ 2.207.825,17

R$ 746.588,00

*Valor dividido para ambos os times