Em Iranduba Júri Popular condena réu por tentativa de homicídio - Fato Amazônico

Em Iranduba Júri Popular condena réu por tentativa de homicídio

Na manhã da última segunda-feira (17) o Conselho de Sentença da 1ª Vara da Comarca de Iranduba (distante 27 quilômetros de Manaus) condenou o réu Franciomar Rocha de Oliveira por tentativa de homicídio qualificado contra Aldevandro Barbosa da Mota, com pena de seis anos em regime inicialmente fechado.

O crime aconteceu em 6 de abril de 2011. Franciomar Rocha de Oliveira, deu dois golpes de faca, à traição e por vingança, em Aldevandro Barbosa da Mota.

"Nós estamos dando prioridade aos processos com reús presos. Até o final da semana serão concluídos quatro processos", destacou o juiz Rafael da Rocha Lima, titular da 1ª Vara de Iranduba.

O Júri foi presidido pelo juiz, Dr Rafael da Rocha Lima e composto pelo promotor, Carlos José Alves de Araújo, pela Defensora pública, Petra Sofia Portugal Mendonça Ferreira, e pela escrivã, Nathalie Rocha Pinheiro Lemos Sobral. Sentença: 6 anos de prisão por conta de 2 qualificadoras: motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima.