Em Manaus, Brasileiro de Ginástica Rítmica reúne atletas de 14 estados brasileiros na Vila Olímpica - Fato Amazônico

Em Manaus, Brasileiro de Ginástica Rítmica reúne atletas de 14 estados brasileiros na Vila Olímpica

O Campeonato Brasileiro Caixa de Ginástica Rítmica iniciou na última quinta-feira, 17, no Centro de Ginástica do Amazonas, localizado na Vila Olímpica de Manaus, na zona Centro-Oeste da capital, e segue até domingo, 20. Nesta sexta, as atletas mostraram desenvoltura e graciosidade nos movimentos e disputaram as primeiras colocações. Desta competição, participam 111 atletas de 32 clubes e de 14 estados brasileiros. O evento recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Dentre as atletas destaques do torneio, está a ginasta Virna Soares (categoria Juvenil), 13, que começou na modalidade aos sete anos por conta da sua flexibilidade. “Eu iniciei muito cedo no balé e minha professora percebeu que eu tinha muita flexibilidade, daí um dia ela sugeriu que eu fizesse ginástica. E com um ano de treinamento eu já participei da minha primeira competição, desde então vivo pra isso e espero conseguir chegar na seleção e representar o País nas Olímpiadas”, contou Virna.

A atleta amazonense já perdeu as contas de quantas competições participou ao longo destes anos, mas destaca o Nacional de Ginástica Rítmica no Maranhão em 2014, quando ficou em 1º lugar, o Brasileiro de Ginástica Rítmica, em Osasco/SP, no ano de 2015, onde a atleta também ficou em 1º lugar e o JEAS 2017, em Manaus, em que faturou mais uma vez o lugar mais alto do pódio.

Outro destaque no Brasileiro é a paranaense Samara Sibim (categoria Juvenil), 15, que soma dois Sul-Americanos, cinco Campeonatos Brasileiros e seis Estaduais. Após a competição em Manaus, a atleta vai focar no Pan-Americano, em outubro, na Flórida/EUA. A jovem que é natural do Pará iniciou no esporte porque era muito inquieta e desde lá descobriu afinidade pela modalidade.

“Minha mãe não sabia mais o que fazer comigo, eu não conseguia dormir, então ela decidiu me colocar na ginástica, desde então eu venho me classificando para várias competições locais, nacionais e mundiais e isso me deixa alegre pois sei que estou conquistando meu espaço. A única coisa que não deu certo nisso tudo, foi realmente conseguir dormir”, comentou rindo a paranaense, que disse que não conquistou um resultado esperado no primeiro dia, mas que vai se esforçar para recuperar no segundo e levar a medalha para casa.

Pelo Brasileiro, estão em disputa as categorias pré-infantil e juvenil. Segundo a presidente da Federação Amazonense de Ginástica (FAG), Alessandra Balbi, as atletas têm mostrado alto nível e a competição vem revelando várias promessas. “São atletas muito boas e realmente fica difícil dizer quem leva esse Brasileiro, mas com certeza as ginastas que vencerem aqui vão representar o Brasil muito bem no Pan-Americano, nos Estados Unidos, e estamos orgulhosas de ver a capacidade delas e saber que a nova safra está elevada”, declarou a presidente. P

Para a professora doutora e escritora Artemis Soares, a competição nacional em Manaus é uma oportunidade única para as atletas locais. “Receber e realizar uma competição dessa é da maior importância e nossa responsabilidade é enorme. É a oportunidade que as nossas ginastas têm de se localizarem entre as ginastas que são apontadas como as tops do Brasil. É a chance que elas tem de ver o melhor da modalidade, pois poucas tem oportunidade de participar de competições em outros centros. O evento representa um momento propício para divulgar ainda mais esta modalidade esportiva atraindo novas atletas”, reforçou a  ex-técnica da modalidade, que já foi campeã brasileira dos Jogos Escolares por duas vezes.

Cronograma

No sábado (19), a partir das 13h, será a vez das provas finais do Juvenil e início do Pré-Infantil, na modalidade Mãos Livres e Bola. Na sequência, haverá a premiação por equipes, individual e aparelho, às 18h.

No domingo (20), às 10h30, terão as provas finais das duas equipes e a premiação por aparelho.