Após o desconforto causado pelas declarações do técnico inglês Roy Hodgson, os britânicos usam da diplomacia para aparar as arestas com a cidade de Manaus, o embaixador do Reino Unido no Brasil, Alex Ellis, visitou a Arena da Amazônia, no final da manhã desta quarta-feira, acompanhado do governador Omar Aziz e do prefeito Arthur Neto.

Ao falar a respeito do calor de Manaus, o embaixador, bastante suado, brincou e disse que o clima será o mesmo para todas as seleções que vierem jogar na Arena da Amazônia, se referindo a estreia da Inglaterra na partida contra a Itália, às 18h do dia 14 de junho.

Alez Ellis, foi ao campo e cobrou um pênalti, no gol estava secretário municipal de Esportes, Fabrício Lima, que defendeu, o embaixador pegou o rebote mas voltou a perder. Se depender da maneira com ele cobrou a penalidade os ingleses estão perdidos na Copa.

O embaixador, brincou com os jornalistas ao falar da final do Mundial, não quis ariscar palpite, mas disse “pelo menos o apito que será usado pelo árbitro será inglês”, disse sorrindo, informando que o treinador Roy Hodgson, fará uma visita a Arena da Amazônia, antes da estreia na Copa do Mundo.

O prefeito Arthur Neto, disse que o embaixador inglês é um lorde e afirmou que ele encontrará no Amazonas “gatas” se referindo as belas mulheres amazonenses.

Entrega Arena da Amazônia

Omar Aziz confirmou para o mês de fevereiro a entrega da Arena da Amazônia. A construção está na fase de acabamento. Segundo relatório da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP-Copa), 96% da obra está concluída. Os Campos Oficiais de Treinamento da Colina e do Coroado devem ser entregues em março.

“A previsão é essa. Não tem grandes problemas nesses centros de treinamento. Teve um no centro do Coroado e o Ministério Público do Trabalho interviu nas obras. Eles vão ter que se adequar. Não dá para brincar com a vida humana, muito menos com a segurança do trabalhador e da população que vai assistir aos jogos. São problemas que serão resolvidos”.

Governo e Prefeitura trabalham ainda em estratégias para reduzir o valor de aquisição dos equipamentos da estrutura temporária que será montada para o staff do evento, informou o governador. A estrutura exigida pela FIFA é de responsabilidade das subsedes e, em Manaus, tem custo estimado em cerca de R$ 50 milhões.

No Mundial, Manaus vai sediar quatro partidas da primeira fase.

Confira:

14/06/2014 – 19h00 Inglaterra X Itália

18/06/2014 – 19h00 Camarões X Croácia

22/06/2014 – 19h00 Estados Unidos X Portugal

25/06/2014 – 17h00 Honduras X Suíça