O Telecentro da Escola Municipal Paula Frassinetti, localizada no bairro Glória, zona Oeste, passa a ter como patrono Antônio Henrich Araújo. A cerimônia de homenagem, que contou com a participação de familiares e amigos, além de funcionários da unidade de ensino, aconteceu na tarde de segunda-feira, (25/02), no auditório da escola.   

O Telecentro, que dispõe de computadores e outros aparatos tecnológicos, atende a 436 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, com faixa etária entre 6 e 11 anos, além de toda a comunidade do entorno da unidade em horários reservados.

Segundo a gestora da escola, Joanita Aquino Afonso, o espaço é primordial para o fazer pedagógico dos professores e a aprendizagem dos alunos.  “O Telecentro é o complemento das atividades pedagógicas da escola, ou seja, aqui as crianças não aprendem em si assuntos relacionados à informática, e  sim recebem um complemento do que é dado em sala de uma forma diferenciada”, explicou Joanita.

A gestora escolar destacou, ainda, na mesma data em que o Telecentro passava a ter o nome de Henrich, o jovem completaria mais um ano de vida. “Ele era um rapaz religioso, muito alegre, eficiente, e um grande conhecedor da área de Informática. Inclusive, ele cuidava de toda parte tecnológica da escola, e também era um ótimo secretário escolar. Resumindo,  foi uma grande perda para Secretaria Municipal de Educação e para a nossa escola”.

Homenagem

O evento foi tomado por emoção, mensagens de carinho, vídeos que expuseram a biografia e vida de Henrich. A mãe do patrono, Ângela Maria Câncio, destacou o que a homenagem representa para toda a família de Antônio. “Um gesto grandioso, assim como meu filho  que tinha um coração imenso e que amava a todos. Vejo essa atitude (a homenagem) como uma retribuição de amor da escola para a ele”, frisou.

Henrich tinha 27 anos, era formado em Ciência da Computação e passou no concurso da Semed para o cargo de auxiliar administrativo, em 2011. No ano seguinte, tomou posse e foi lotado na Escola Madre Elísia e, em 2013, foi transferido para a Paula Frassinetti já como secretário escolar. 

Segundo informações da Polícia Militar, o servidor público sofreu um atentado no dia 30 de setembro do ano passado, ao ser confundido por criminosos. Antônio Henrich estava no carro da família, no bairro São Jorge, também na zona Oeste, a procura de um imóvel para alugar, quando outro veículo parou ao lado e fez vários disparos. No automóvel da vítima, também estavam a mãe, duas irmãs e a noiva de Henrich. Todas as pessoas atingidas foram socorridas e levadas para o hospital, mas o servidor da Semed não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada do dia 1º de outubro.