Escola Municipal Maria Lena reúne pais em palestra sobre “Família e Negligência” - Fato Amazônico

Escola Municipal Maria Lena reúne pais em palestra sobre “Família e Negligência”

Pais e responsáveis por alunos da Escola Municipal Maria Lena de Souza Alcântara, Conjunto Vila Real, Cidade Nova 2, zona Norte, assistiram a palestra “Família e negligência”, na manhã desta sexta-feira, 24. A equipe multidisciplinar do Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasp) Polo 2 foi a responsável pelo encontro pedagógico.

O encontro teve o objetivo de estimular uma participação maior dos pais na vida escolar dos alunos. A palestra ressaltou que a coparticipação da família junto com escola pode refletir na melhoria do processo de ensino e aprendizagem dos alunos da Educação Infantil e do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental.

Segundo a pedagoga da escola, Marly Mendes Sá, foi constatado que os alunos precisavam, além do reforço escolar, de uma participação mais próxima dos pais no acompanhamento do desempenho escolar das crianças.

“Nós vimos a necessidade de chamar a equipe do Cemasp pela quantidade de faltas e atividades de casa sem serem feitas pelos alunos. A criança sozinha não consegue esse progresso e precisa de alguém para orientar nas atividades de casa. Percebendo isso, esse ano nós fizemos a parceria com o Cemasp para nos ajudar, pois é importante que a comunidade escolar fique de mãos dadas com a escola”, completou.

De acordo com a assistente social do Cemasp do Polo 2, Maria Benedita, uma das palestrantes, o encontro se faz necessário para que os pais tenham consciência de que a casa é uma extensão da escola no processo de ensino e aprendizagem dos filhos.

“Foi falado sobre a importância do acompanhamento deles na vida escolar, mas não só isso, principalmente dando amor, carinho, afeto e estando presente na escola. A família tem certas obrigações para seus entes, onde a falta desse comprometimento pode ser penalizada de acordo com o Estatuto da Criança e Adolescente, caso seja denunciada. Cabe a família cuidar de sua criança e acompanhar como ela está na escola”, finalizou.

O autônomo Frank dos Santos Reis, 43, disse que sempre está presente na escola para acompanhar seus filhos, de 4 e 5 anos. Para o pai, a palestra foi muito boa para orientar como lidar com as crianças em casa.

“O que aprendi na palestra vai me ajudar com meus dois filhos. Apesar de já ter uma orientação, é bom sempre ter mais informações de profissionais capacitados para educá-los melhor”, frisou.

A coordenação pedagógica da escola já agendou com a equipe multidisciplinar, do Cemasp do Polo 2, as palestras “Afetividade e agressividade” e “ Limites e disciplina”