Espi promove palestra sobre empreendedorismo voltado à inovação na Amazônia - Fato Amazônico

Espi promove palestra sobre empreendedorismo voltado à inovação na Amazônia

A Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), realizou, nesta quinta-feira, 7, palestra com uma pesquisadora e empresária do ramo da biotecnologia como forma de motivar estudantes do Programa Bolsa Universidade a participar do Sinapse da Inovação. A proposta é incentivar, entre os bolsistas, a apresentação de soluções inovadoras para as necessidades da região amazônica.

A palestra foi proferida pela pesquisadora Yamile Benaion, responsável pela empresa Ecobios Consultoria Ambiental. A empresária destacou sua experiência no começo da carreira, citando os principais desafios e obstáculos para o desenvolvimento de soluções inovadoras. Para ela, a atividade realizada por meio da Espi pode ser fundamental para dar suporte e preparar os estudantes a ingressarem no campo da inovação tecnológica.

“É importante participar e ter essa troca de experiências, pois abre um leque de oportunidades para os interessados, de forma que eles mesmos possam vir a constituir empresas, a ter ideias inovadoras a partir dos problemas ambientais que a Amazônia tem”, ressalta.

O programa Sinapse da Inovação foi criado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi) e tem, por meio de parcerias nos Estados, investido e fomentado modelos de negócios propostos por estudantes. Para o professor Antônio Rogério, representante da Fundação Certi, e que também fez uma apresentação para os bolsistas, os parceiros têm ajudado a criar uma cultura empreendedora em todo o país. No Amazonas, o edital de fomento do programa é implementado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

“O Sinapse da inovação é uma iniciativa no sentido de transformar boas ideias em negócios de sucesso e tem como objetivo gerar empresas inovadoras e formar uma cultura empreendedora. Qualquer pessoa da comunidade pode participar dessa iniciativa”, afirma, destacando que até servidores municipais podem formular e apresentar ideias. Os projetos finalistas vão receber, cada um, recursos de até R$ 50 mil para por em prática suas inovações.

Para participar do programa, os interessados deve cadastrar suas ideias por meio de formulário disponível no site www.sinapsedainovacao.com.br. As proposições devem acontecer até dia 11 de junho.