Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino do Amazonas (Seduc-AM), o Grupo Literatus Educacional, por meio do MedioTec, ação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), promoveu, ontem (25), o Seminário MedioTec Automação.

O evento aconteceu na sede da Secretaria de Educação, no bairro Japiim, zona sul de Manaus e foi marcado pela apresentação de experimentos realizados pelos alunos do MedioTec das escolas estaduais Presidente Castelo Branco, Governador Melo e Póvoas e João Bosco Pantoja Evangelista, que fizeram uma exposição das práticas aprendidas durante os cursos. Alunos da Escola Estadual Pedro Câmara (CMPM VIII) também estiveram assistindo as apresentações.

Atualmente, mais de 1,5 mil alunos do Ensino Médio da rede pública estadual do Amazonas da capital e do interior estão sendo beneficiados pela oferta de cursos profissionalizantes por meio do MedioTec. No próximo semestre deste ano, serão disponibilizadas outras 660 vagas para esses cursos.

Formação técnica – O coordenador de Educação Profissional Técnica da Seduc, Manoel Feitoza Jeffreys, explicou que a formação técnica aliada ao Ensino Médio é de grande relevância para os estudantes.

“Até então os alunos só terminavam o Ensino Médio e tinham a certificação. Com essa oportunidade, os alunos vão ter dois certificados, tanto do Médio quanto do Técnico. Isso é de grande importância, até porque antes de ofertar esses cursos, fizemos uma pesquisa com todas as escolas para verificar o curso que os alunos gostam e os cursos que estão em auge no mercado”, informou.

O coordenador do MedioTec na Seduc, professor Allyson Lopes, informou ainda que os cursos têm sido fundamentais para que os alunos comecem a visualizar a parte prática e o funcionamento no mercado de trabalho.

“Eles participam de palestras, seminários, justamente para mostrar a eles a questão do mercado de trabalho, as vagas, a necessidade de capacitação, então eles têm todo acesso a essas informações enquanto estão ainda no ensino médio e eles podem vivenciar através de práticas, visitas técnicas, como é o trabalho deles enquanto profissionais técnicos em um ambiente local onde podem executar realmente essas atividades e pra gente é incrível ver os nossos alunos do ensino médio já visualizando um futuro pra eles”, disse.

Oportunidade – O estudante da 3ª série do Ensino Médio da Escola Estadual João Bosco Pantoja Evangelista, Wesley Luís de Melo da Silva, 19, que está concluindo o curso de Automação Industrial, afirmou que o curso tem trazido muitos benefícios para a sua vida pessoal e acadêmica.

“No começo foi meio complicado. Estava me estabilizando em uma coisa que nunca tinha feito na vida. Depois que comecei a pegar o jeito, comecei a me envolver com os engenheiros, comecei a me dar bem, evoluir na escola, na minha casa, comecei a fazer projetos e hoje em dia, quero seguir essa área. Quero ser engenheiro”, afirmou o aluno, entusiasmado.  

Quem também está tendo a oportunidade de fazer um curso técnico é a jovem Larissa Souza de Aguiar, 16. Atualmente, ela cursa a 2ª série do Ensino Médio na Escola João Bosco Evangelista e faz o curso “Técnico em Desenvolvimento de Sistemas”.

“Os professores são bastante qualificados, o ensino é ótimo. O curso é de uma área bem concorrida nas empresas. A minha mãe trabalha com Recursos Humanos e ela me apoiou bastante em fazer esse curso. Pode ser uma boa oportunidade”, explicou.

Cursos – Desde 2017, quando o programa começou a disponibilizar vagas para estudantes da rede pública estadual do Amazonas, diversos cursos já estão em andamento nas unidades de ensino da rede, tais como: técnico em rede de computadores; técnico em informática; técnico em qualidade; técnico em recursos humanos; técnico em administração; técnico em logística; técnico em recursos humanos; entre outros.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •