Ex-deputado Pedro Corrêa preso na Lava Jato é transferido para Curitiba - Fato Amazônico

Ex-deputado Pedro Corrêa preso na Lava Jato é transferido para Curitiba

O mensaleiro Pedro Corrêa, ex-deputado federal, foi transferido na manhã desta segunda-feira para Curitiba. Condenado a sete anos e dois meses de prisão em regime semiaberto, Corrêa cumpria pena no interior de Pernambuco, onde tinha autorização para trabalhar como médico durante o dia e retornar à noite para a cadeia. Alvo da 11ª etapa da Operação Lava Jato, Corrêa foi alvo de pedido de prisão preventiva decretada pelo juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos sobre o escândalo do petrolão na primeira instância.

Na sexta-feira, o ministro Luís Roberto Barroso, relator do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a transferência do ex-deputado federal.

Em acordo de delação premiada, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa citou Corrêa como beneficiário da propina. Ele havia sido condenado no julgamento do mensalão por ter recebido dinheiro em troca de apoio político do PP ao governo Lula. No escândalo do petrolão, embolsou 5,3 milhões de reais em suborno para despesas de campanha em 2010.

Embora o PP seja apontado como um dos principais partidos que atuavam no esquema de corrupção na Petrobras, o alto valor da propina paga ao ex-congressista chamou atenção até do ex-diretor. "[Era] um repasse extraordinário, pois não era comum que um único parlamentar do PP recebesse uma quantia dessa monta do caixa de propinas do PP", disse Costa.​

Fonte Veja