Exame confirma dengue, e Michel Bastos é baixa hoje contra Cruzeiro - Fato Amazônico

Exame confirma dengue, e Michel Bastos é baixa hoje contra Cruzeiro

Gazeta Esportiva – O São Paulo não terá diante do Cruzeiro um de seus principais jogadores. Dúvida desde quinta-feira passada, quando apresentou sintomas de virose, Michel Bastos realizou exames que o confirmaram com dengue. Assim, ele se torna o quarto desfalque da equipe para a partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, no Morumbi.

Além dele, que deverá ser substituído por Ricky Centurión, o técnico Milton Cruz não poderá contar com o zagueiro Dória e o volante Hudson, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e o atacante Luis Fabiano, expulso na última partida. Lucão, Wesley (finalmente inscrito na competição sul-americana) e Alexandre Pato (que não pôde enfrentar o Corinthians por contrato) ocupam as vagas abertas.

Michel Bastos realizou apenas um treinamento no sábado, em atividade fechada para a imprensa. O clube fez questão de frisar, em nota online, entretanto, que ele seguia sob supervisão do departamento médico. Na segunda-feira, dia em que o grupo retornou da folga, ele já havia voltado a ser desfalque no trabalho, permanecendo no Reffis. Já nesta terça, foi ao CT da Barra Funda apenas ouvir detalhes sobre a confirmação da doença e receber orientações.

"Conversando com o treinador, a comissão técnica em geral e a diretoria, colocamos nossa posição sobre o aproveitamento do jogador. Achamos conveniente que ele não participasse do jogo por se encontrar em um período da metade para o final do quadro da doença. Seria um risco bastante razoável se ele participasse do jogo nessas condições", explicou o médico José Sanchez, que recentemente também contraiu dengue, mas em estágio muito mais debilitante.

"Eu tive que ficar de cama praticamente dez dias. Felizmente, não é esse o caso, mas o vírus está circulante. Nossa função foi explicar para ele a importância, pelo menos neste jogo, ele ficar fora e se recuperar. Hoje é o sexto dia do quadro. Existe tendência de, entre o quinto e o sétimo, haver evolução para remissão e cura ou acontecer algum tipo de piora. Pode aparecer vômito, diarreia", acrescentou, esperançoso de que o meia retorne aos trabalhos na segunda-feira, antevéspera da segunda partida contra o Cruzeiro, que será no Mineirão.

Sem um de seus principais jogadores, o técnico Milton Cruz deverá utilizar a seguinte escalação a partir de 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, no Morumbi: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Lucão e Reinaldo; Denílson, Souza e Ganso; Wesley, Centurión e Alexandre Pato.