Exame de sangue não substitui o toque retal, alerta urologista - Fato Amazônico

Exame de sangue não substitui o toque retal, alerta urologista

Na segunda semana do ‘Novembro Azul’, mês dedicado a prevenção ao câncer de próstata, o membro-fundador da Sociedade Brasileira de Urologia no Amazonas (SBU-AM), o médico Anoar Samad, alerta para a importância no toque retal na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Ele destaca que, por conta do preconceito, muitos homens, a partir dos 40 anos, fazem a opção de fazer apenas o exame de sangue, chamado de PSA. “Não existe recomendação para fazer apenas um exame, é necessário fazer os dois exames. Em muitos casos, a alteração não será identificada apenas no exame de sangue, somente no toque retal. Caso seja identificado algum nódulo suspeito na próstata ou o PSA elevado, o paciente será encaminhado para fazer a biópsia”, disse.

Pelo fato do assunto ser ainda um tabu para muitos homens, Anoar Samad destaca a importância das mulheres nesse processo de conscientização dos homens em relação ao câncer de próstata. “Há pesquisas que apontam que até 80% dos homens só vão ao médico influenciados pelas mulheres, ou seja, nesse processo, elas são fundamentais. Por isso, nesse Novembro Azul, as mulheres tem que perguntar aos maridos e companheiros se estão com os exames preventivos em dia”, disse.

O médico destaca ainda que mais da metade dos homens que deveria fazer seu exame anual com o urologista não o faz, por isso, a maioria dos cânceres de próstata já é diagnosticado em um estágio avançado impossibilitando a chance de cura do tumor. “Cerca de um terço dos cânceres de próstata agressivos cursa com o PSA (exame de sangue) normal ou muito próximo ao normal, tornando o exame de toque a única "arma" para a detecção precoce deste tipo de tumor”, disse.

No toque retal, Anoar Samad explica que o urologista vai ‘a procura de nódulo ou "caroço" endurecido. “A consistência normal da próstata é parecida como da ponta do nariz. A presença de uma área na próstata mais endurecida do que a ponta do nariz já é considerada suspeita. O mais importante para a prevenção no câncer de próstata é o exame anual, pois, permite diagnosticar o câncer de próstata bem no início e providenciar uma grande chance de cura”, disse.

Dados Amazonas

De acordo com dados do Ministério da Saúde são registrados mais de 50 mil casos de câncer de próstata por ano, com o número de mortes ultrapassando os 12 mil registros. No Amazonas até o final deste ano, estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam o registro de pelo menos 510 casos de câncer de próstata, sendo pelo menos 66% em Manaus.

Segundo Anoar Samad, quando o câncer de próstata é diagnosticado e tratado no início, os riscos de mortalidade são reduzidos, tendo chance de cura para até 90% dos casos. “No entanto, essa porcentagem cai para 35% se o tumor é identificado mais tarde, quando já saiu da próstata”, destacou.

Não existem sintomas específicos para o câncer de próstata. O recomendável é que todos os homens, acima de 40 anos de idade, ou mais, façam um exame de próstata anualmente, o que compreende o toque retal e o PSA.

Para o câncer de próstata em estágio inicial a cirurgia radical, que é a retirada o órgão, é a primeira opção de tratamento. A próstata, glândula que faz parte do aparelho reprodutor masculino, é responsável pela produção do líquido seminal. Para prevenir o desenvolvimento de doenças, é necessário que o homem tenha cuidados frequentes com essa glândula.

Sobre a campanha

Novembro Azul é uma campanha de conscientização realizada por diversos países no mês de novembro dirigida a sociedade e aos homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata e outras doenças masculinas.