Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ministro Edson Fachin autorizou o juiz Sérgio Moro a ter acesso ao aparelho Blackberry de Eduardo Cunha para realização de perícia.

Na petição a Fachin, Moro diz que a mídia extraída do aparelho no inquérito que corre no STF não foi enviada para a Justiça em Curitiba.

A nova perícia atende a um pedido da defesa de Cunha, que pretende verificar a autenticidade das mensagens, entre elas, uma conversa com Henrique Eduardo Alves sobre repasses da JBS e Michel Temer. (Fonte Lauro Jardim/O Globo)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •