Primeira adolescente do Brasil a estrear um talk show, Maisa Silva comentou, durante a coletiva da atração, na última segunda-feira (11), em São Paulo, seu sucesso precoce. Ao se comparar a outras estrelas teen que caíram nas drogas, a apresentadora contou que já ouviu muitas vezes que teria o mesmo destino.

“Todo mundo fala que vou ser drogada, quero ver. Até agora estou me controlando. Só tomo sorvetes. Só drogas pesadas, açúcar”, disse ao “Notícias da TV”.

O tema foi abordado após Oscar Filho, que dividirá o comando da produção com a adolescente, citar um astro americano que também iniciou a carreira artística cedo.

“A relação que eu tinha com a Maisa [antes de trabalharem juntos] era de vê-la na TV, eu a via no Raul Gil. Com criança cantando na TV, ou você chora ou ri. Com ela eu ria muito. Pensava: ‘Será que ela vai crescer e ser igual ao Macaulay Culkin, uma crackeira?’”, brincou.

Sobre seu início da TV, a famosa contou que nunca foi influenciada pelos progenitores. “Primeiro que meus pais não me colocaram para trabalhar, eu entrei de livre e espontânea vontade”, afirmou.

E continuou: “Eu tinha o sonho, via o Raul Gil e queria estar lá no palco, via as crianças com Kelly Key, Rouge, Ivete [Sangalo], eu era muito fã. Achava o máximo. Comecei a pedir para os meus pais [para ir à TV] com dois anos, e as coisas começar”.

(FAMOSIDADES)