Familiares da estudante Cinthya da Gama Pereira, de 12 anos de idade, que desapareceu no dia 5 de outubro do ano passado, e no próximo domingo, dia 5 de fevereiro de 2017, completa quatro meses que a menina doce e meiga sumiu, resolveram ir procurar ajuda no Ministério Público Federal para encontrar a garota.

Cinthya desapareceu por volta das 11h do dia 5 de outubro de 2016 ao ir buscar o irmão, de 10 anos, na Escola Municipal Engenheiro João Alberto Menezes Braga, localizada na Rua A, no Vale do Sinai, bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus.

A mãe de Cinthya, a comerciante Cristina Batista Gama e a professora Yana Gama, tia da menina, foram ao Ministério Público Federal em busca de auxílio por não concordarem com a postura da delegada que conduz o Inquérito Policial instaurado para averiguar o desaparecimento da menina.

“Cinthya tem um comportamento calmo, estudiosa, gosta de desenhar”, disse a tia no MPF, afirmando que a sobrinha não tem perfil de quem se aventuraria com um namorado, com amigos, como imagina a delegada.

Em outubro do ano passado, amigos e familiares de Cinthya fizeram uma caminhada no bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus, para chamar atenção para a investigação sobre o sumiço da menina. O grupo saiu da Rua Francisco Queiroz e foi até o 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na Avenida Noel Nutels.

As investigações estão a cargo da delegada Juliana Tuma, da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), onde um suspeito foi ouvido ano passado dias depois do desaparecimento.

Qualquer informação que possa levar ao paradeiro de Cinthya da Gama pode ser pelos telefones 99371-1432 / 99369-3072 ou 99269-8608, com os familiares. Quem puder colaborar com a polícia com informações sobre o paradeiro da adolescente, entrar em contato com os servidores da Depca pelos números: (92) 3656-8575 / (92) 3656-7445 / 181.

Ida ao MPF

Ilmo(a) Sr.(a) Yana Batista da Gama ,

Resposta à manifestação nº 20170002901 (16/01/2017).

Encaminhar ao NUCRIM

Agradecemos o contato por este canal de comunicação.

Sua Manifestação continuará em atendimento no MPF sob o número PR-AM-00001395/2017. A partir de agora, o seu andamento poderá ser consultado no Portal de Transparência do MPF, pelo link: Consultar Documento

Na busca da melhoria dos serviços prestados, pedimos a gentileza de responder o formulário de avaliação do atendimento, acessando o link:

Formulário de Avaliação

Descrição:

Compareceu ao MPF a DECLARANTE para NOTICIAR: QUE ratifica o Termo de Declarações formulado por sua irmã CRISTIANA BATISTA DA GAMA (Manifestação 20170002883; PR-AM-00001373/2017); QUE participou das buscas por sua sobrinha CINTHYA DA GAMA PEREIRA, em 05/10/2016; QUE acionou diversos amigos, ONG’s, realizou panfletagens, divulgou em redes sociais o desaparecimento de CINTHYA; QUE não concorda com a postura da Delegada que conduz o Inquérito Policial instaurado para averiguar o desaparecimento de CINTHYA; QUE CINTHYA tem um comportamento calmo, estudiosa, gosta de desenhar; QUE não tem perfil de quem se aventuraria com um namorado, com amigos, como imagina a Delegada de Polícia; QUE o caso de sua sobrinha não será apenas uma estatística; QUE as imagens da câmera não auxiliam a esclarecer o caso; QUE sua sobrinha não tinha celular e nem perfil na rede social facebook.

Solicitação:

QUE requer a atuação do Ministério Público Federal no caso relatado, considerando o tempo decorrido.

É missão do Ministério Público Federal promover a realização da justiça, a bem da sociedade e em defesa do Estado Democrático de Direito.

Atenciosamente,

Sala de Atendimento ao Cidadão – Sistema Cidadão

Ministério Público Federal