Fátima Bernardes revela onde foi o 1º beijo com Túlio Gadêlha: 'Cinema' - Fato Amazônico


Fátima Bernardes revela onde foi o 1º beijo com Túlio Gadêlha: ‘Cinema’

Fátima Bernardes tem servido de inspiração para muitas mulheres. Aos 55 anos, a jornalista é bem-sucedida profissionalmente e tem chamado atenção por seu romance com Túlio Gadêlha. Para a revista “Cláudia” de junho, a jornalista contou que os dois foram juntos a um musical de Claudia Raia no começo da relação, mas o beijo só aconteceu depois: “O primeiro beijo foi, sim, no escurinho do cinema”. Os dois se conheceram através de uma amiga em comum. Na época, em maio de 2017, Gadêlha namorava. O relacionamento chegou ao fim em agosto e o advogado assumiu o namoro com Fátima em novembro.

Jornalista minimiza diferença de idade: ‘Não vou deixar que afete’

Com diferença de 25 anos para o pernambucano, a apresentadora garantiu que não liga para comentários de haters: “Tem uma minoria barulhenta nas redes sociais que fala: ‘Ah, mas ele podia ser seu filho’. E daí? Ele não é! E não vou deixar que isso afete a minha relação. Se alguém faz alguma insinuação de que ele está comigo porque sou famosa, não me incomoda”.

Apresentadora reprova comparação com casamento anterior: ‘Incomoda’

No “Estúdio CBN” em abril, Fátima disse que não gosta que o atual relacionamento seja comparado ao casamento de 26 anos com William Bonner. “Isso me incomoda porque as pessoas comparam um relacionamento de felicidade com um comportamento que havia de tristeza obvia pelo fim de um relacionamento de muitos anos. Não tinha como estar esbanjando felicidade naquele momento independentemente de porque o casamento terminou. Ele foi feliz em 26 anos, ele foi incrível, eu tenho 3 filhos maravilhosos, então lamento esse tipo de comparação. Não me abala porque sei o que foi, da qualidade que foi essa relação anterior, e hoje fico feliz delas me acharem feliz”, explicou. Na ocasião, Fátima comentou a declaração de Gadêlha sobre não ser o responsável pelo seu atual momento: “Felizmente ele me encontrou num momento que eu estava bem. Talvez se eu não tivesse bem, a gente não teria se aproximado. Só nos aproximamos porque eu estava naquele momento muito bem. Eu não me estresso com o que as pessoas dizem porque só a gente sabe o que estamos vivendo”. (MSN/Por Tatiana Mariano)