Com a posse dos novos governantes para o Estado do Amazonas e também para presidência do Brasil o deputado estadual e favorito a vaga da presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), deputado Josué Neto (PSD) se diz otimista quanto a retomada da economia do Brasil.

Para ele o Brasil vive um momento importante com as novas posses e um sentimento de reconstrução paira sobre o povo brasileiro em especial aos amazonenses. “Nosso país sofreu muito com as crises econômicas e com a queda de uma presidente, sofremos com mandato do temer e com uma oposição muito forte querendo tirá-lo do poder. Tudo que vimos nos últimos dois anos foi um país não dando um passo sequer. Nós paramos no tempo”,  disse.

A importância do novo presidente Jair Messias Bolsonaro no realinhamento do país, pode-se proporcionar o realinhamento do Brasil retornando para os trilhos do desenvolvimento para retomar a qualidade de vida das pessoas, gerando mais postos de trabalho e cidadania em toda a sociedade.

O deputado acredita que o índice de criminalidade no Amazonas, deve-se atual crise econômica e destacou mudanças na economia e de Gestão Pública para melhorar esta situação.

“Quando falamos de segurança, falamos de empregos. Porque quando o número de empregos cresce o índice de criminalidade cai,  as pessoas estão trabalhando e sustentando suas famílias. É  um assunto que se comunica entre si e que às vezes a gente nem percebe isso”, destacou.

Entre as novas expectativas do parlamentar para retomada da economia, estão os novos postos de trabalho e solidificação, que possam criar novos modelos de economia, como energia solar, energia a gás, pois de acordo com ele, já existe no mundo da tecnologia equipamentos que levem ao consumidor uma energia limpa e sustentável, além de baixo custo, com isto, gerando mais postos de trabalho.

Sobre o trabalho da Aleam em conjunto com o governo do estado na administração Wilson Lima, Josué declarou que será totalmente institucional para o bem do Povo.

“Na Assembleia a nossa relação é constitucional com governador. Ele tem todos os poderes porque ele detém o poder sobre o orçamento. A Aleam sugere, fiscaliza e cobra. Estamos à disposição para cobrar em nome do povo do Amazonas e estaremos juntos acompanhando toda esta gestão política”, finalizou o deputado.