FHC se declara cabo eleitoral de Geraldo Alckmin e descarta Arthur Neto da disputa presidencial - Fato Amazônico


FHC se declara cabo eleitoral de Geraldo Alckmin e descarta Arthur Neto da disputa presidencial

Em matéria publicada ontem (18), nas páginas do UOL, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso descarta categoricamente a possibilidade do prefeito de Manaus, Arthur Neto, disputar pelo PSDB as eleições para a Presidência da República.

FHC chegou a citar o nome de Arthur como um dos nomes da sigla tucana a disputar as prévias marcada para o dia 4 de março, mas  foi enfático ao declarar que “não existe qualquer possibilidade de o candidato do PSDB à Presidência da República nas eleições deste ano não ser o governador paulista, Geraldo Alckmin”.

Mesmo admitindo que o ex-líder e ministro do governo FHC é um nome de peso dos quadros do PSDB, o ex-presidente foi irônico e desceu do pedestal de professor comparar o potencial político de Arthur e de Geraldo Alckmin: “Tem vários que são bons, mas quem tem mais chance nesse momento, quem pode levantar a bandeira, em nome do PSDB, é o Alckmin”.

Está claro que FHC é, declaradamente, cabo eleitoral de Alckmin, que antecipa uma eleição favorável ao governador de São Paulo antes de sua realização e que, ao proclamá-lo como qualificado e com histórico político, mostra que pouco conhece a respeito de Arthur.

Ao ignorar as qualidades e os valores de Arthur Neto, FHC joga lama no seu curricculum que estadista que muito deve ao prefeito de Manaus.

Ao contrário de FHC, Arthur sai da disputa incólume, altaneiro, sem enodoar as páginas da história.

Arthur Neto continuará na luta

Mas se FHC pensa que Arthur Virgílio Neto (PSDB) vai desistir por conta de declaração em entrevista ao  programa “90 Minutos”, da Rádio Bandeirantes, apresentado por José Luiz Datena, se enganou, o Prefeito de Manaus  manterá a batalha dentro do partido para ser o candidato da sigla à Presidência da República, independente da indicação feita ontem pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que praticamente definiu Geraldo Alckmin como o nome do partido na corrida ao Planalto.

“Ele (FHC) é um eleitor prestigioso, mas quero a consulta a todos os filiados”, declarou Arthur Neto. “Se não me impedirem, venço dele (Alckmin). Cabe a ele saber competir com honra”.