Filho que obrigava mãe a lhe dar dinheiro para comprar droga é preso no Morro da Liberdade, em Manaus - Fato Amazônico

Filho que obrigava mãe a lhe dar dinheiro para comprar droga é preso no Morro da Liberdade, em Manaus

Hairton Kleytton Gadelha de Souza, 21anos, que diariamente obrigava sua mãe a entregar dinheiro para ele comprar drogas foi preso na manhã desta segunda-feira, dia 13, por volta das 9h, pela equipe de investigação do 2º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em cumprimento a mandado de prisão preventiva pelo crime de extorsão no âmbito da violência doméstica, praticado contra a mãe, uma mulher de 45 anos. A prisão do infrator foi efetuada em via pública, em frente à residência em que morava com a vítima, situada na Rua São Luiz, bairro Morro da Liberdade, zona Sul da capital.

De acordo com o delegado Aldeney Góes as investigações em torno do caso iniciaram após mãe do jovem ir ao 2º DIP registrar Boletim de Ocorrência (BO), relatando que o filho a obrigava diariamente a entregar dinheiro para comprar drogas.

Ainda segundo Goes, a vítima noticiou que o infrator utilizava a residência dela para a comercialização e armazenamento dos entorpecentes. A mulher declarou, ainda, que todos os dias o filho a ameaçava de morte, além de agredi-la verbalmente caso ela não entregasse a quantia que ele exigia.

O mandado de prisão em nome de Hairton foi expedido no dia 11 de novembro deste ano, pela juíza Bárbara de Araújo Folhadela, no Plantão Criminal. “Na manhã de hoje montamos campana em frente ao imóvel e esperamos o infrator aparecer. Ao avistarmos ele caminhando na rua, realizamos a abordagem e efetuamos a prisão dele”, explicou Goes.

Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) foi constatado que Hairton possui passagem pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas e violência doméstica. O infrator foi indiciado por extorsão no contexto da violência doméstica. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será levado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.