Flamengo empata com o Vasco e fica mais perto do título do Campeonato Carioca - Fato Amazônico

Flamengo empata com o Vasco e fica mais perto do título do Campeonato Carioca

Vasco e Flamengo empataram por 1 a 1, neste domingo, no Maracanã, na primeira partida da decisão do Campeonato Carioca. O resultado beneficiou a equipe rubro-negra que só precisa de um novo empate, no segundo jogo, para garantir o título estadual. O Vasco, por sua vez, necessita de uma vitória simples para quebrar o longo jejum de conquistas estaduais. Rodrigo e Paulinho marcaram os gols.

O clássico foi disputado com muita intensidade e marcada por muitas faltas e desentendimentos entre os jogadores. O Vasco saiu na frente, mas o Flamengo reagiu no segundo tempo. O time de São Januário ficou com dez jogadores desde os dez minutos da etapa final, em função da expulsão do atacante Everton Costa.

Os dois times começaram a partida com intensa movimentação, principalmente no meio campo, onde a marcação era muito acirrada. O primeiro momento de perigo foi provocado pelo Vasco, aos três minutos. Depois de um passe de Everton Costa, Reginaldo arriscou da entrada da área, mas mandou a bola para fora.

Com Everton Costa e Reginaldo aberto pelas laterais, o Vasco tentava abrir espaços para penetrar na área. O Flamengo respondeu aos seis minutos, depois que Rodrigo derrubou Léo no lado direito da área cruz-maltina. Na cobrança de Luiz Antonio, Samir cabeceou sem direção.

Aos 11 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol.Após cobrança de escanteio, o goleiro Felipe saiu mal e Rodrigo, de cabeça, mandou para as redes. A vantagem animou o time de São Januário que tentou forçar o ritmo para se aproveitar da desorientação do adversário. A partida ficou nervosa, com muitas faltas e desentendimentos entre os jogadores.

Pela direita, Everton Costa levava vantagem no confronto com o improvisado Frauches e provocava o desacerto na defesa rubro-negra. Aos 18 minutos, Lucas Mugni fez ótimo passe para Alecsandro na área, mas Rodrigo se esticou e desviou para escanteio, evitando a conclusão do atacante.

O Vasco respondeu com a investida de Pedro Ken,pela direita. Ele ganhou de Márcio Araújo e cruzou, mas Edmilson e Reginaldo chegaram atrasados. Aos 24 minutos, o Vasco quase marcou o segundo gol. Edmilson ganhou de Samir, invadiu pela esquerda e chutou cruzado. O goleiro Felipe defendeu parcialmente e Frauches chegou antes de Reginaldo e impediu a conclusão do atacante.

Depois dos 30 minutos, o Flamengo tentou assumir uma postura mais ofensiva, mas encontrava grande dificuldade para se organizar ofensivamente. Os meias Mugni e Luiz Antonio pouco apareciam para municiar os atacantes Paulinho e Alecsandro que tentavam se deslocar, mas quase não recebiam passes, o que facilitava a tarefa da defesa vascaína.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Vasco, praticamente, desistiu de manobras ofensivas e se concentrou em seu campo, para defender a vantagem. Aos 45 minutos, Everton Costa foi lançado pela direita e caiu no choque com Frauches dentro da área, mas o árbitro nada marcou e puniu o atacante do Vasco com um cartão amarelo, por simulação.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com Gabriel no lugar de Lucas Mugni. E logo no primeiro minuto, os jogadores rubro-negros exigiram a expulsão de Everton Costa que já tinha cartão amarelo e puxou a camisa de Léo que investia pela direita. Depois do lance, o volante Guiñazu foi conversar com Everton Costa e pedir ao atacante,mais calma nas divididas para evitar a expulsão.

Antes da cobrança de uma falta, André Rocha arrancou a camisa do Samir, o que provocou nova confusão entre os jogadores das duas equipes. O lateral cruz-maltino foi advertido com o cartão amarelo. Aos dez minutos, Everton Costa fez outra falta em Frauches, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Para aproveitar a vantagem numérica, o técnico Jayme de Almeida trocou o lateral Frauches pelo meia Everton.

Aos 14 minutos, após cobrança de falta, Everton arrancou pela esquerda, driblou Guiñazu, mas errou no cruzamento e a bola ficou nas mãos de Martin Silva. Um minuto depois, o Flamengo marcou o gol do empate. Paulinho recebeu na entrada da área e mandou a bomba no ângulo esquerdo de Martin Silva que saltou, mas não alcançou a bola.