????????????????????????????????????
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A greve dos caminhoneiros que ocorre no país não afetou o fornecimento de gás natural aos postos de combustível em Manaus e permanecerá sendo fornecido sem interrupções. Os cinco postos atendidos pela Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) são abastecidos por redes canalizadas, o que garante fornecimento contínuo e ininterrupto.

Em comparação com a gasolina, o Gás Natural Veicular (GNV) representa 36% de economia. No primeiro trimestre deste ano, o consumo do GNV em Manaus apresentou alta de 10%.

O combustível pode ser encontrado em dois postos na avenida Constantino Nery, dois na avenida Torquato Tapajós e um na avenida Coronel Teixeira. Nestes, o atendimento nas bombas de abastecimento segue regular e sem filas para os motoristas que adaptaram o kit GNV no veículo. O gás segue comercializado em Manaus com o preço de R$ 3,19 o metro cúbico.

Os condutores interessados em converter o veículo devem procurar uma das três oficinas convertedoras em Manaus autorizadas pelo Inmetro para adaptação do kit.

Indústrias e comércio – Trinta e seis indústrias, dois hotéis, 34 residências, um shopping, duas lavanderias e quatro restaurantes utilizam o gás natural canalizado em Manaus e também não serão afetados pela greve e pelas manifestações no Brasil. Alguns destes clientes da Cigás também utilizam outros combustíveis em seus processos, mas permanecem com o fornecimento contínuo do gás.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •