Gazeta Esportiva – O Fortaleza é campeão do Campeonato Brasileiro Série B de 2018. O time comandado por Rogério Ceni visitou o Avaí na tarde deste sábado, venceu por 1 a 0 e volta para o Ceará com o título na bagagem. Em partida prejudicada pela chuva, o Fortaleza segurou o Avaí e conseguiu o gol nos acréscimos do segundo tempo pelos pés de Rodolfo.

Com a vitória, o Fortaleza foi a 68 pontos e não pode mais ser alcançado pelo CSA, que foi a 59 após empatar com o Atlético-GO, e pelo próprio Avaí, que continua com 57 após a derrota.

Na próxima rodada, o campeão Fortaleza recebe o já rebaixado Juventude no Castelão, na próxima quinta-feira, para celebrar o título com a torcida. No sábado, o Avaí visita o CSA para um confronto direto pelo acesso à Série A de 2019.

Avaí pressiona no primeiro tempo prejudicado pela chuva

A chuva que caía na Ressacada antes do jogo prejudicou o estado do gramado, principalmente nas laterais, o que levou a um jogo mais truncado, com vários lançamentos por cima. E foi justamente na bola aérea que o Fortaleza teve a primeira boa chance do jogo. Depois de 22 minutos de pouco futebol, Bruno Melo recebeu cruzamento de Tinga e cabeceou por cima do gol com perigo.

O susto fez bem ao Avaí, que não queria ver o adversário comemorar o título da Série B em plena Ressacada. O time da casa teve grande chance de abrir o placar aos 26 minutos. Após cruzamento na área, a bola sobrou para Rodrigão, mas o atacante se atrapalhou no momento da finalização e chutou em cima da defesa.

A pressão avaiana continuou. Aos 30 minutos, Getúlio recebeu de Matheus Barbosa na área e finalizou para boa defesa do goleiro Max Walef. Acuado, o Fortaleza aos 37 minutos, quando Éderson tentou o chute de muito longe e a bola desviou no zagueiro Aírton, mas o goleiro Maurício Kozlinski estava atento e fez a defesa.

Tentando chegar ao intervalo com o placar a favor, o Avaí teve outra boa chance de abrir o placar aos 42 minutos, mas novamente desperdiçou. Após cruzamento rasteiro de Rodrigão pela esquerda, Pedro Castro e Getúlio tentam finalizar, mas o primeiro furou e o segundo chutou muito por cima.

Segundo tempo é mais movimentado

O resultado do primeiro tempo dava o título da Série B ao Fortaleza, já que o CSA estava empatando com o Atlético-GO, mas o líder não queria depender de outros resultados para ser campeão. Por isso, o time de Rogério Ceni voltou a campo com postura mais ofensiva para não ser pressionado como na etapa inicial.

Apesar disso, foi o Avaí que teve a primeira chance de gol do segundo tempo aos cinco minutos. Aproveitando falha da zaga do Fortaleza, Pedro Castro ajeitou na entrada da área para Renato, que finalizou rente à trave de Max Walef, que só acompanhou a saída da bola.

Aos 19 minutos, o Fortaleza ficou mais perto do título. O vice-líder CSA empatou em casa contra o Atlético-GO e deixou o líder a um empate da conquista. Ao saber da notícia, os torcedores visitantes presentes na Ressacada comemoraram bastante.

A boa notícia e a reação da torcida fizeram bem ao Tricolor cearense. Aos 21 minutos, Éderson chutou de fora da área, mas Mauricio Kozlinski defendeu com segurança. O Avaí respondeu aos 23 minutos, quando o árbitro marcou pênalti em Getúlio, mas o assistente viu impedimento no lance e anulou a marcação.

Aos 30 minutos, o zagueiro Ligger teve duas chances seguidas para confirmar de vez o título, mas não conseguiu. Na primeira oportunidade, após cobrança de escanteio, o defensor acertou a trave. Logo em seguida, após novo escanteio, Ligger cabeceou com firmeza e exigiu grande defesa do goleiro avaiano.

Fortaleza confirma o título nos acréscimos

Os minutos finais foram os mais movimentados da partida. Lutando para impedir o título dos visitantes, o Avaí se lançou ao ataque como pôde, não conseguiu furar a defesa e acabou pagando o preço. Aos 49 minutos, em contra-ataque rápido, Rodolfo driblou um marcador e finalizou para confirmar o título do Fortaleza.