Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), órgão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), promove, de segunda (21/05) a quinta-feira (24/05), Oficina de Monitoramento do Diagnóstico de Tuberculose por Baciloscopia e Cultura, direcionada a profissionais que atuam na rede de Atenção Básica. 
A capacitação, realizada pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) do Estado, será a partir das 8h, no auditório do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (CETAM), situado na avenida Pedro Texeira, nº2354, Dom Pedro, zona oeste de Manaus.
Para o diretor presidente da FVS-AM, Bernardino Albuquerque, a educação continuada é necessária para o diagnóstico precoce da tuberculose. “O Amazonas possui mais de mil laboratórios municipais e o Lacen- FVS realiza o treinamento e a avaliação dos serviços, para manter a excelência na qualidade da rede de diagnóstico ofertada à sociedade”, disse.     
Segundo a diretora do Lacen, Tirza Matos, a programação da oficina consiste na apresentação do desempenho dos laboratórios polos que realizam exames de cultura, bacteriologia e teste rápido molecular. Com a descentralização do programa de controle da tuberculose, os profissionais que atuam na atenção básica de saúde, principalmente, devem disponibilizar as três formas de diagnósticos, com rapidez e precisão, porque a partir destes exames é que se inicia o tratamento, interrompendo o ciclo de transmissão da doença”, destacou a diretora.
O treinamento contará com a participação de profissionais dos municípios polos de saúde: Autazes, Borba, Coari, Eirunepé, Itacoatiara, Lábrea, Marãa, Manaus, Parintins, Tabatinga e Téfe.

Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares