Gestores das 494 unidades de ensino da Prefeitura de Manaus participaram da abertura do Calendário de Formação da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), ontem, (07/03), no auditório da divisão. O objetivo da formação é refletir sobre a importância da rede municipal de ensino, investir em processos de formações continuadas inovadoras, para resultar no reconhecimento em âmbito nacional de alguns projetos realizados pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Os educadores foram divididos em salas de vivências com temas como Oficinas de Formação em Serviço (OFS), Programa de Tutoria Educacional (PTE), Rede Colaborativa de Formação Continuada (RFC), Articulação Formação Inicial e Continuada (acadêmicos), Projetos Pedagógicos e princípios e fundamentos da formação continuada.

A subsecretária de Gestão Educacional da Semed, Euzeni Trajano, participou da abertura e destacou a importância da formação para os educadores. Para ela, o aprendizado é constante, por isso a secretaria se preocupa e realiza as formações.

“O momento da formação continuada é quando nos encontramos para discutir e pensar com os nossos pares sobre nosso fazer de como melhorar e aprimorar para dar uma qualidade necessária no processo de aprendizagem para os nossos alunos, sejam crianças, jovens ou adultos, como nos determina o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto”, comentou.

Para a chefe da DDPM, Rita Luna, as formações realizadas buscam um trabalho de excelência, porque visam levar o maior conhecimento possível aos educadores para a realização das atividades pedagógicas nas escolas.

“Hoje a divisão é responsável, junto com os educadores, de pensar quais as necessidades para que possamos implementar uma politica de formação para contribuir com a melhoria das praticas pedagógicas docentes. Nesse sentido de também contribuir para que os nossos alunos da rede municipal aprendam mais e melhor”, comentou.

Aprendizado

Há oito anos participando das formações do DDPM, quando ainda era professor, o diretor Doriedson de Oliveira Santos, da Escola Municipal Mário Lago, bairro Osvaldo Frota, zona Centro-Sul, disse que é fundamental a formação, porque todo aprendizado será utilizado com atividades pedagógicas com os cerca de 700 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental da escola.

“Na dinâmica do nosso mundo globalizado, a formação acaba sendo fundamental, trabalhando de forma direcionada para cada temática. Posso citar a formação inclusiva, a educação tecnológica e do professor para a Prova Brasil sobre as diretrizes e os descritores ajudando o aluno em sala de aula”, disse.

A diretora Shirley Maria Vieira de Souza, da Escola Municipal Raimundo Almeida Lúcio, bairro Colônia Terra Nova, zona Norte, participa das formações desde ano passado. Segundo a educadora, a formação só contribui para a aprendizagem dos 1,2 mil alunos do 4º e 5º ano e do 6º ao 9º ano da escola.

“Vejo como um momento maravilhoso, em que nós gestores somos preparados para motivarmos os nossos professores, alunos e a comunidade em geral para um intenso estudo e aprendizado. Quando o professor volta das oficinais está mais motivado a querer melhorar o seu processo de ensino aprendizagem em sala de aula”, citou.

DDPM

A Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) da Semed deve atender esse ano em suas formações aproximadamente 13 mil educadores, entre professores, gestores, pedagogos e assessores pedagógicos das Divisões Distritais Zonais (DDZs). A divisão realiza formações nos Programa Qualifica (mestrado e doutorado) e Programa Ampliando Horizontes – Cursos Livres de Língua Inglesa e Espanhola. Além disso, o DDPM conta com o trabalho da Gerência de Tecnologia Educacional (GTE), cujo foco é a formação continuada baseada nos recursos tecnológicos e a Gerência de Formação Continuada (GFC), com formações na Oficina de Formação em Serviço (OFS), Programa de Tutoria Educacional (PTE) e Rede Colaborativa de Formação Continuada – Polo de formação.