Deputado Pauderney Avelino, de olho em uma vaga no Senado, começa a perder forças na Seduc
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O advogado Luís Fabian Barbosa, que deixou a Semed em janeiro desse ano e nomeado para a Secretaria Municipal Extraordinária agora tinha ido parar na Seduc como secretário Executivo do novo Secretário de Educação, Lourenço Braga, foi exonerado na última sexta-feira (19). Ele é aliado do deputado federal Pauderney Avelino que perdeu ainda mais dois fortes aliados, a secretaria-executiva-adjunta da Capital, Ana Maria Araújo de Freitas, além do diretor de Infraestrutura da mesma pasta, Alessandro Rodrigues.

As demissões de Fabian e Ana Maria ocorrem após os funcionários da Seduc denunciarem as nomeações políticas em vários blogs de Manaus, há menos de dois meses.

No caso de Ana Maria, causou comoção aos servidores, porque ela entrou no cargo dois dias depois que a titular da função, professora Maria Carneiro, morreu em um grave acidente de carro, durante férias no Nordeste.

A exoneração dos  três aliados  do deputado federal  foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), na última sexta-feira, 19, uma abaixo da outra. A notícia já era esperada pelo meio político e por funcionários da Seduc já que a “sede” de Pauderney em ter o controle total da Secretaria de Educação estava passando dos limites, segundo aliados de Amazonino Mendes.

Agora, tanto o grupo político do governador como os funcionários da Seduc esperam que os três sejam substituídos por técnicos da pasta e não por novas indicações políticas.

Atualmente, preocupa a cúpula do governo de Amazonino, a falta de controle do secretário da Seduc, Lourenço Braga, sobre seus subordinados e sobre a pasta. Lourenço não consegue demonstrar “firmeza” na gestão para dizer “não” às investidas de políticos interessados em usar a secretaria como “trampolim eleitoral”.

Com o Amazonas1


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •