Governador José Melo reúne com movimento grevista e garante fim da paralisação da PM ao meio - Fato Amazônico

Governador José Melo reúne com movimento grevista e garante fim da paralisação da PM ao meio

O governador, José Melo, reuniu com representantes do movimento da Polícia Militar, na sede do Governo, na Compensa, Zona Oeste de Manaus, onde ficou acertado que o movimento grevista para ao meio desta segunda-feira. Participam do encontro, dois integrantes da Associação dos Praças do Estado do Amazonas (Apeam), um do Comando de Policiamento Especializado (CPE), um de Interior (CPI), um da Companhia Interativa Comunitária (Cicom), além do secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP), coronel Roberto Vital, o comandante geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel Almir David Barbosa, secretário de Justiça e Direitos Humanos do Estado do Amazonas, coronel Louismar Bonates e o secretário da Casa Civil, Raul Zaidan.

“Chamei as negociações pra mim, porque sabia que conversando haveria um entendimento”, disse o governador, afirmando que tinham um plano B caso o movimento continuasse. “Tínhamos o Choque e a Rocam, aquartelados, mas sou um professor e não iria jogar policia contra polícia”, acrescentou.

Mas o que foi acertado com José Melo, será levado pelos lideres da greve aos mais de 2 mil policiais que estão desde ontem à noite na Arena Amadeu Teixeira, serão eles que irão decidir se aceitam as propostas do governador, que pediu 90 dias para atender, uma das principais reivindicações do movimento, que é a promoção as outras serão analisados por uma comissão que foi formada.

José Melo, disse que realmente tem algo errado com as promoções dos praças. “O meu Governo não vai permitir que se faça dentro da Polícia Militar qualquer tipo de lei que não tenha o condão de beneficiar aqueles que estão nas ruas, que são os praças. Se existem falhas, vamos no diálogo corrigir essas falhas para que as promoções dos praças aconteçam da forma correta. E aqueles que mereçam essa promoção, a tenham sem interferência política”, disse o governador.

José Melo, garantiu que não haverá mudanças na cúpula da segurança. “Todos nós ficamos a noite de plantão no Ciops e de lá acompanhamos todo o movimento”, disse, afirmando não haver motivos para mudanças na secretaria de Segurança, Comando da PM ou do Ronda no Bairro.