Governador Omar Aziz visita obras da Arena da Amazônia - Fato Amazônico

Governador Omar Aziz visita obras da Arena da Amazônia

O governador Omar Aziz visitou na manhã desta sexta-feira, 29 de novembro, a Arena da Amazônia e pode conferir o ritmo acelerado da obra, que, segundo a construtora Andrade Gutierrez, está 90% concluída, com mais de 1.900 operários trabalhando nos serviços de acabamento. O governador manteve a previsão de entrega da obra principal do estádio para o mês de dezembro, embora o entorno só deva ficar pronto em janeiro, quando deve acontecer o jogo inaugural, um clássico entre Rio Negro e Nacional, em comemoração ao centenário dos dois clubes amazonenses.

“A previsão é para o dia 20 de dezembro, mas se atrasar uma semana, não faz diferença, porque não haverá jogo dia 21, 22, nem até o dia 29. Vamos entregar a arena. O entorno, por conta dos equipamentos que estão sendo usados, fica pronto um pouco depois, mas arena em si está em fase de acabamento”, disse Omar Aziz, ao ressaltar que vai se guiar pelo que a empresa e os engenheiros disserem, sem açodar ninguém somente para manter uma data. “Ninguém tem mais expectativa do que eu, mas, em primeiro lugar, está a segurança do trabalho deles e do público que vem para cá”, ressaltou.

O evento que marca a entrega da obra do estádio está sendo programado para o dia 20 de dezembro e deverá contar com a presença da presidenta Dilma Rousseff. “Hoje de manhã recebi um telefonema da presidenta Dilma, perguntando se nós inauguraríamos dia 20, porque ela quer vir. Eu disse a ela que a segurança e a tranquilidade é o mais importante para todos nós. Se dia 20 for possível, nós estaremos inaugurando. Se não, pode atrasar uma ou duas semanas, mas não quer dizer que vai comprometer os jogos da Copa”, completou.

Ainda segundo o governador, o compromisso de entregar tudo pronto para a Fifa é em abril de 2014. Antes disso, já terá havido os três jogos testes previstos. “Teremos jogos da Copa só em junho do ano que vem, então teremos tempo suficiente e nosso compromisso com a Fifa é em abril para que eles ocupem com os equipamentos que precisam colocar”.

Na inauguração, o governador disse que exigiu que seja feita uma festa com artistas locais, escolas de samba e a presença dos bumbas Garantido e Caprichoso. “Vamos fazer uma festa só nossa e o primeiro clássico tem que ser amazonense”. Também disse que, em breve, Manaus terá pelo menos três grandes estádios em Manaus, com a inauguração da Colina e do estádio que está sendo construído no Coroado, zona leste.

O governador confirmou ainda que dia 6 de dezembro próximo estará na Costa do Sauípe, na Bahia, no sorteio que vai definir as respectivas sedes dos jogos. “Lá, nós saberemos quais as seleções que vão jogar aqui. A partir dessa data, o Amazonas vai fazer uma propaganda nesses países para demonstrar claramente o carinho, a perspectiva e a receptividade do povo amazonense em relação a esses times e aos torcedores que virão e serão recebidos de braços abertos em nosso Estado”.

Sobre a administração do estádio, após os jogos da Copa, o governador disse que está sendo feito um estudo para formatar o modelo de concessão e que, enquanto não se define, será administrada pelo próprio Governo do Estado. “Ela (arena) vai custar em torno de R$ 500 mil por mês e R$ 6 milhões/ano. Sendo ocupada ou não, tem que ser dada a manutenção. “É lógico que terá quer ter aqui uma atividade permanente, para que possa não só servir de utilidade à população, como também abrigar grandes espetáculos e isso só será viável se for terceirizado para uma empresa que tenha condições de administrar o complexo, sem prejuízo aos cofres públicos”.