Governo do Estado é convocado a dar explicações a servidores públicos - Fato Amazônico

Governo do Estado é convocado a dar explicações a servidores públicos

Representantes de secretarias de Estado serão convocados para dar explicações sobre a reposição de pelo menos R$ 56 milhões aos servidores públicos efetivos do Amazonas. Este foi o encaminhamento da reunião da categoria com os deputados estaduais Luiz Castro e Chico Preto, realizada ontem na Assembleia Legislativa.

A convocatória junto ao Amazonprev, Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), de Assistência Social (Seas), Amazonprev, Ministério Público do Estado (MPE), Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) e Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) acontecerá porque nenhuma das instituições enviou representante para a reunião desta quarta-feira.

“As entidades estaduais deverão debater a proposta inicial de quanto, como e quando receberão o valor da Gratificação Técnico-Administrativa (GATA)”, explicou Luiz Castro.

De acordo com o deputado, nada justifica o pagamento da Gratificação a funcionários comissionados, enquanto os servidores efetivos esperam há mais de dois anos pelo ressarcimento do dinheiro retirado.

O parlamentar lembrou que o valor de R$ 56 milhões ainda está sem juros e correções, representando apenas um montante mínimo a ser devolvido. “o débito não é de um governador, e sim do Governo do Estado, que já admitiu estar devendo os servidores efetivos. Isso é apropriação indébita”, assinalou Luiz Castro.