Governo fala em investimento de bilhões na segurança, mas em Santa Isabel do Rio Negro droga é queimada em fogueira - Fato Amazônico

Governo fala em investimento de bilhões na segurança, mas em Santa Isabel do Rio Negro droga é queimada em fogueira

O governo do estado, anunciou que deveria investir este ano cerca de R$ 1,3 bilhão em Segurança Pública, mas pelas fotos que o Fato Amazônico, recebeu de Santa Isabel do Rio Negro (distante 737 quilômetros de Manaus por via fluvial), o investimento ainda está longe de chegar ao município.

Em Santa Isabel do Rio Negro, policiais militares, incineraram mais de 300 quilos de drogas por eles apreendidas nos últimos dias, em uma fogueira num ramal localizado cerca de 2 quilômetros da sede do município.

O trabalho de maneira totalmente arcaico, foi acompanhados pelo fiscal da Lei, o representante do Ministério Público em Santa Isabel e o defensor público. Os policiais fizeram uma imensa fogueira com toras de madeira e a droga foi jogada dentro para queimar.

Sem nenhuma mascara para se proteger da fumaça tóxica, os policiais militares, foram expostos aos perigos de uma intoxicação, com enchadas nas mãos eles mexiam a droga em meio a fogueira para ser queimada.

A maneira como os 300 quilos de droga foram queimados, em Santa Isabel do Rio Negro, foi totalmente irregular. As incinerações devem ocorrer, no caso da capital, em usinas siderúrgicas, mas no caso do interior do estado, isso seria mais difícil. Porém o MP, como fiscal da lei, não poderia deixar que a droga apreendida fosse queimada no meio de um ramal em uma fogueira.

Para a incineração ocorrer, é necessário que a autoridade policial agende com representantes do Ministério Público, Vigilância Sanitária e Meio Ambiente, agendando uma data para a destruição do material.

A queima da droga, ocorreu apenas com a presença do Ministério Público e o defensor, mas sem ninguém da Vigilância Sanitária e do Meio Ambiente.

Apreensão

Uma denúncia levou policiais militares de Santa Isabel do Rio Negro a apreenderam, no dia 14 deste mês, mais de 200 quilos de entorpecentes. A droga foi encontrada escondida na mata, dentro da comunidade ribeirinha Uabada, a 50 quilômetros da sede do município.

De acordo com policiais do 72º Distrito Integrado de Polícia, moradores da área suspeitaram dos pacotes, que estavam enrolados em uma lona e amarrados por fibras de plástico, e acionaram a polícia imediatamente.