O Centro Receptivo Fluvial Turístico foi idealizado e apresentado à Amazonastur no dia 08 de novembro do ano passado pelo deputado Josué Neto (no detalhe)

O Governo do Amazonas instalou na Serra da Valéria, localizada no município de Parintins, o Centro Receptivo Fluvial Turístico (CRFT). O CRFT foi idealizado e apresentado à Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) no dia 08 de novembro do ano passado pelo deputado Josué Neto com o nome de Museu da Cultura e Centro Receptivo Fluvial Turístico de Parintins.

À época, a ideia foi recebida com entusiasmo pelo presidente da Amazonastur, Orsine Oliveira Júnio, que prometeu avaliar a proposta do museu defendida pelo parlamentar.

A ideia, segundo o deputado, era reunir em torno do museu amostras de todas as atrações culturais existentes no Amazonas, como o Festival de Parintins, a Ciranda de Manacapuru, o Festival de Peixes Ornamentais de Barcelos, entre outras, com o uso de tecnologias fabricadas no Polo Industrial de Manaus, como óculos 3D.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Parintins, mais de 4 mil turistas visitam a Serra da Valéria durante a temporada de cruzeiros.

O Centro Receptivo é uma edificação com 96m² e é dotado de salão, três banheiros sendo, um masculino, um feminino e outro para pessoas com deficiência, quiosque de atendimento, lanchonete e sala de artesanato. O projeto do Governo do Amazonas de infraestrutura para a comunidade também prevê a construção de um mirante e um museu para preservar o sítio arqueológico da Serra.

Localizada na divisa entre os estados do Amazonas e Pará, na região mais alta do município de Parintins, a Serra da Valéria tem 152m de altura.

O local ficou conhecido pela presença de vestígios arqueológicos indígenas, que apareceram devido à erosão. Alguns artefatos ficam expostos a céu aberto, outros podem ser vistos em um pequeno museu construído no local.

Requerimento