Grupo FERA conclui participação de curso de Táticas Especiais nos Estados Unidos - Fato Amazônico

Grupo FERA conclui participação de curso de Táticas Especiais nos Estados Unidos

Policiais Civis do Grupo Especial de Resgate e Assalto (FERA) participaram no mês de março, de curso de qualificação “Swat Basic School”, na sede da Polícia Especializada nos Departamentos de Grandes Cidades: Special Weapons And Tactics (SWAT), traduzido para português como unidade de armas e táticas especiais, na cidade de Miami, no estado da Flórida, Estados Unidos da América.

Durante três semanas, eles foram instruídos e avaliados emocionalmente, fisicamente e tecnicamente. Na primeira semana, os policiais participaram de intensa preparação física, onde eles foram submetidos a três horas de treinamentos, seguidos de sete quilômetros de corrida diária. Após a parte física, eles foram instruídos com técnicas como CQB (Combate em recinto fechado), cumprimento de mandado de alto risco, resgate de reféns, rapel, operações marítimas e armas não letais (agentes químicos). De acordo com um dos investigadores, nessa etapa muitos foram eliminados.

Na segunda e terceira semana, foram feitas instruções e avaliações de abordagem veicular, tiros de fuzil, metralhadora, arma calibre 12 e pistola, onde eles tiveram que atingir cem por cento de acerto. Na última etapa, todos passaram por testes emocionais, com situações de elevado índice de estresse.

Participaram do curso Policiais Civis da capital federal, Brasília, e dos estados do Rio de Janeiro e Amazonas, além de policiais americanos e um suíço. Para o investigador Dinor Castelo Branco, essa foi uma experiência única.

“Aprendemos a lidar com situações e armas que não temos aqui. Foi um ótimo intercâmbio, onde podemos trocar experiências e adquirir novas técnicas. Agora, iremos repassar tudo o que aprendemos aos nossos companheiros, para que possamos padronizar a técnica e qualificar ainda mais o grupo”, afirmou o investigador, que recebeu o certificado de conclusão do curso.

Os policiais tiveram incentivos da Polícia Civil do Amazonas, que atendendo ao convite feito pela Polícia de Miami, patrocinou parte das despesas dos servidores, como forma de estímulo e valorização dos mesmos, além de ter em vista a qualificação como forma de preparação para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014.