O industriário, Cristian Silva Souza, foi condenado em abril do ano passado a 31 anos de reclusão pelo atropelamento e morte de Mateus Alves Gomes, de 4 anos, sobrinho do vereador Marcelo Serafim, ocorrido em junho de 2010, mas que estava solto depois de recorrer da sentença, foi preso nesta quarta-feira, acusado de tráfico de drogas.

Com a prisão por tráfico de drogas, o parlamentar disse esperar que Cristian, fique desta vez realmente preso. “Agora que está provado que ele também é traficante rogo a Deus que a Justiça enfim seja feita", disse Marcelo.

Entenda o caso

Cristian Silva Souza, atropelou Mateus no dia 4 de junho de 2010 na rua Evangelista Brow, no bairro Santo Antônio, Zona Oeste de Manaus, enquanto a criança participava de uma procissão.

De acordo com a denúncia o acusado conduzia um Corsa Classic, placas JWS 3946, quando percebeu que não era possível prosseguir adiante em função da procissão em homenagem a Santo Antônio. Ele retornou pela contramão conduzindo o carro em marcha ré pela rua Evangelista Brow, passando a aumentar a velocidade.

Cristian, teria feito um cavalo de pau quando o carro subiu a calçada, pressionando contra um muro Matheus e mais três adultos.