Ingleses visitam Arena da Amazônia no horário do jogo contra a Itália - Fato Amazônico

Ingleses visitam Arena da Amazônia no horário do jogo contra a Itália

Um grupo de dez estrangeiros residentes em Manaus, sendo oito ingleses, visitou a Arena da Amazônia no mesmo horário em que a Inglaterra enfrenta a Itália na estreia das duas seleções na Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014™, no dia 14 de junho, às 18h, e constataram que o calor dentro da Arena não prejudicará o jogo. “Não é muito quente. Está ok!”, disse Lee Robinson, um dos integrantes do grupo.

O jornalista Chris Westwood mantém um site (www.inbrasil2014.com) e blog de informações sobre Manaus e o Brasil para turistas de outros países. Neste sábado (11/1), durante a visita, ele disse que o calor não será problema para os jogadores e ficou impressionado com a beleza da Arena da Amazônia. Apesar de morar há mais de uma ano em Manaus, esta foi a primeira vez que ele entrou no novo estádio. “Acho que os ingleses vão aproveitar a cidade bastante, os bares, a cerveja daqui, até o clima vão gostar porque a gente tem frio na Inglaterra. Aqui é como férias para nós ingleses”, declarou.

A assistente social Cláudia Robinson, casada há seis meses com o inglês Lee Robinson, disse que o grupo procurou a Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP COPA) para conhecer um pouco mais sobre a copa em Manaus e divulgar as informações aos amigos que moram na Inglaterra. "Manaus não tem aquelas coisas absurdas que foram divulgadas por lá", disse a assistente social referindo-se às matérias sobre a cidade publicadas em alguns tablóides ingleses.

Para Lee, que ficou encantado com a Arena, o clima não será um problema, pois segundo ele, às 17h30, horário em que foi feita a visita, ele avaliou a temperatura como normal. “É um bonito estádio por dentro e por fora. É fantástico”. Lee também arriscou um palpite para o clássico contra a Itália que será disputado em Manaus. “Acredito que será um a zero pra nós. A Inglaterra vai ganhar a Copa!”, declarou.

Para o coordenador da UGP COPA, Miguel Capobiango Neto a visita é muito importante para que os turistas tenham a real impressão de como é Manaus e a Arena da Amazônia. “O projeto do estádio valoriza os ventos e fazem com que o calor seja amenizado aqui dentro. Isso eles (ingleses) estão sentindo agora. O que falam diferente disso é por puro desconhecimento”, enfatizou.