Integrantes da FDN são presos com droga no Rio de Janeiro - Fato Amazônico

Integrantes da FDN são presos com droga no Rio de Janeiro

A Secretaria-Executiva- Adjunta de Inteligência (SEAI) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), em operação integrada com a Coordenadoria de Inteligência da Polícia Civil do Rio de Janeiro, prendeu ontem (7), o foragido da Justiça André dos Santos, vulgo Arapapá, e Rodrigo da Cunha Lima, integrantes da facção ‘Família do Norte’ que atuavam no tráfico do drogas no Amazonas.

Eles foram presos no Hotel Riazor, rua do Catete, com 10 pacotes de skank e aproximadamente R$ 5 mil. ‘Arapapá’ era parceiro do Ronairon e estava no Rio de Janeiro recebendo entorpecente e distribuindo no morro do Jacaré e Chapadão.

Arapapá foi preso em cumprimento ao mandado de prisão preventiva, expedido pela Desembargadora Carla Maria Santos dos Reis, da 3ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute) , por tráfico de entorpecente. Em abril deste ano, também em uma ação integrada, a SEAI prendeu três integrantes da facção ‘Família do Norte’, em cumprimento a mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça do Amazonas.

Os presos: Ronairon Moreira Negreiros, 31, Fábio Diego de Matos Oliveira, 28, conhecido por "Piu Piu" e Winchester Uchoa Cardoso, 31, conhecido como "Chester" que estava sob o regime semi aberto, respondiam a processos por tráfico de drogas e também são apontados como mandantes de diversos homicídios na capital do Amazonas.

Com eles, de acordo com a SSP-AM, foi apreendido cerca de um quilo de skank em um apartamento localizado em Copacabana, onde moravam, segundo investigação. Eles ficarão sob custódia da Justiça do Rio de Janeiro, por conta da prisão em flagrante, mas deverá ser solicitada a transferência dos mesmos para a capital do Amazonas.

Segundo informações da SSP-AM, os presos faziam a conexão da droga que saia do Amazonas com outros traficantes do Rio de Janeiro. A investigação apontou que eles eram considerados o braço da facção do Amazonas com os traficantes do Rio de Janeiro, repassando a droga que entrava por Tabatinga e Manaus. Desde o inicio do ano, diversas lideranças da FDN foram presas pelas polícias do Amazonas.