Integrantes do Grupo Fera ministram treinamento no 8º Cote no Rio de Janeiro - Fato Amazônico

Integrantes do Grupo Fera ministram treinamento no 8º Cote no Rio de Janeiro

O coordenador do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da Polícia Civil do Estado do Amazonas, investigador Pablo Ramón, juntamente com os investigadores que compõem a equipe tática da instituição, Dinor Castelo Branco e Álvaro Steinheuser, ministrou, no período de 30 de março a 7 de abril deste ano, o treinamento de Patrulhas Policiais em Ambientes Rurais aos participantes do 8º Curso de Operações Táticas Especiais (Cote).

Realizado pela Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro, na capital fluminense, o treinamento teve por objetivo habilitar os participantes em operações de combate ao tráfico de drogas e ao crime organizado em ambientes desfavoráveis. Nesta edição do Cote foram inscritos 42 policiais de diferentes estados do País. Dentre os participantes, o delegado de Polícia Civil do Amazonas, Juan Valério.

O treinamento ministrado por membros do Grupo Fera ocorreu na Fase Rústica do curso, onde os policiais foram submetidos a privações com a finalidade de verificar as particularidades afetivas dos alunos, em especial o espírito de equipe de cada participante. A capacitação do grupo tático da Polícia Civil do Amazonas consistiu em repassar conhecimentos relativos a aspectos doutrinários, condutas e normas de comando no combate de emboscada, contraemboscada, posicionamentos e formação de patrulha.

Os alunos do 8º Core foram condicionados a colocar em prática as orientações obtidas nessa etapa do curso, fato que, de acordo com o coordenador do Fera, deixou o treinamento muito difícil para os instruendos, pois não é de costume policial a realização de patrulhas em ambientes hostis. Segundo Pablo Ramón, o Curso de Operações Táticas Especiais da Core é considerado um dos mais árduos do Brasil, onde o policial, caso conclua com êxito, torna-se especialista em combate em ambientes de alto risco.

“A participação do Grupo Fera no 8º Cote é uma satisfação para todos nós, pois o corpo de instrução daquele estado confiou plenamente na capacidade dos nossos homens em proporcionar instruções de patrulhas, além de capacitar os alunos dessa edição do curso para operar em ambientes de selva. A semana rústica, que ocorreu no município de Guapimirim, no Rio de Janeiro, cumpriu sua etapa, já que iniciamos o curso com 42 alunos e ao final dessa fase entregamos o turno para o próximo estágio do treinamento com 20 participantes”, argumentou o coordenador do Grupo Fera, formado na 4ª edição do Curso de Operações Táticas Especiais da Core.

Pablo Ramón informou que os conhecimentos obtidos com esta experiência irão ser aplicados no 1º Curso e Operações Táticas Especiais do Grupo Fera. “Vale destacar que a experiência adquirida com a observância dos fatos, espírito de corpo e união da equipe de instrutores da Core foi de grande valia e, com certeza, serão aplicadas futuramente no 1º Cote do Grupo Fera, previsto para o segundo semestre de 2015”, disse.

Além de integrantes do Grupo Fera do Amazonas, também participam do 8º Cote instrutores da Divisão de Operações Especiais (DOE) de Brasília; Grupo de Operações Táticas do Espírito Santo (Cope); Coordenadoria de Operações Policiais Especiais de Santa Catarina (Garras); Grupo Armado para Repressão a Roubo e Assalto de Mato Grosso (GT3); Grupo Tático 3 de Goiás (COT) e Comando para Operações da Polícia Federal.