Irmãos que comandavam o tráfico no Alvorada, são mortos na Vidal Pessoa, 48 horas depois de darem entrada - Fato Amazônico




Irmãos que comandavam o tráfico no Alvorada, são mortos na Vidal Pessoa, 48 horas depois de darem entrada

Os irmãos Francisco de Assis Bonfim, 36, conhecido como ‘Fran’, e Ronny Duarte Pereira, 40, acusados de tráfico de drogas e tentativa de suborno contra policiais do 10º Distrito Integrado de Polícia, presos na última quinta-feira (28), não passaram 48 horas dentro da Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa. Eles foram espancados até a morte na noite deste sábado (30) por vários detentos e tiveram o rosto completamente desfigurado com chutes, pontapés e pauladas desferidos pelos demais internos.

De acordo com a polícia, os irmãos foram mortos durante um princípio de tumulto, que teria sido realizado unicamente com a intenção de matá-los. “Foi tudo muito rápido”, disse uma fonte do Fato Amazônico, afirmando que os acusados de tráfico deviam ter rixas com os “xerifes” da cadeia e acabaram morrendo dois dias depois de darem entrada na Vidal Pessoa.

Policiais informaram que Fran, preso juntamente com seu irmão Ronny, comandavam o tráfico de drogas no bairro do Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus e foram parar atrás das grades na Operação Estrela do Alvorada, deflagrada na semana passada por policiais do 10° DIP, que cumpriram mandados de prisão preventiva expedidos pelo juiz Julião Lemos Sobral Júnior, da 3ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute).

Ao serem abordados pelos investigadores, Fran e Ronny, ofereceram para não serem presos, a quantia de R$ 20 mil. Com eles foram apreendidos cerca de 37 trouxinhas de pasta base de cocaína e um revólver de calibre 38.