Jair Mendes receberá Comenda de Mérito Legislativo da Câmara de Parintins - Fato Amazônico

Jair Mendes receberá Comenda de Mérito Legislativo da Câmara de Parintins

O vereador Rildo Maia, apresentou, em sessão ordinária da Câmara Municipal de Parintins, na última segunda-feira, (06) projeto de Decreto Legislativo que confere a Comenda de Mérito Legislativo "Medalha Raimundo Almada" ao artista parintinense Jair Mendes, pela sua incomensurável contribuição dada ao Festival Folclórico de Parintins e a cultura do Amazonas. A comenda será entregue em Sessão Solene a ser marcada pela Câmara. Jair é o maior artista do Festival dos bois Garantido e Caprichoso.

Maia defendeu que o sucesso do Festival Folclórico de Parintins deve-se ao talento de Jair, homem de criatividade ímpar. Em seu discurso o vereador defendeu que, no ano em que a saga da disputa dos bumbás completa 50 anos, a Câmara tem o dever de prestar essa homenagem de reconhecimento ao artista plástico, que escreveu com sua genialidade a escrita e a marca do folclore parintinense que virou referência cultural do Estado.

"Estou falando do mestre Jair Mendes, que em 2015, durante a comemoração do Jubileu do Festival o artista completará 40 anos de história e durante esse período já defendeu as cores vermelha e azul. Hoje com 72 anos, Jair Mendes se dedica com o maior afinco nos galpões e como em tempo anteriores com os mesmos hábitos e rotinas de sempre como artista de ponta", destacou Rildo Maia.

Jair Mendes introduziu os movimentos do “boi biônico”, na década de 80, ainda trabalhando no Garantido. Ele fazia alegorias, tribos, fantasias de itens e era o tripa do boi. Jair Mendes “levantava poeira e fazia até chover”. Aliás, o boi Garantido se mexia todo e fazia movimentos com a cabeça e o corpo, igualmente vistos até hoje na arena do Bumbódromo. “Boi biônico”, nome que ele deu ao Garantido, naquele ano, era uma alusão a série da Tv Globo, “ Ciborg, o homem de seis milhões de dólares”. As primeiras surpresas do Festival foi também ele que levou para a arena, ora com a sua inseparável cobra-grande ou com efeitos especiais nas alegorias, e ainda com aparições de itens oficiais.

"Autodidata, o seu dom começou a florescer ainda no Colégio Nossa Senhora do Carmo quando fazia desenhos por encomenda para os colegas. No Rio de Janeiro ele aprendeu as técnicas da confecção de carros alegóricos e retornou a Parintins para implantar alegorias no festival. Jair criou também o movimento dos dois bois e foi ele que aprimorou a técnica da robótica. Atualmente o carnaval carioca e de outros lugares do Brasil importa os profissionais de Parintins com mão de obra extraordinária da especialidade que mestre Jair Mendes deu ao artesão da Ilha: os especialistas em movimentos alegóricos", finalizou Rildo Maia.

Depois de grande parte de sua vida dedicada ao bumbá Garantido, o maior artista do Festival de Parintins foi demitido do boi seu boi do coração, e encontrou abrigo no arquiinimigo, o Caprichoso, agremiação em que ele defende atualmente no Festival de Parintins.

Fonte – DeAmazonia