Jogo reúne crianças para comemorar a primeira temporada do Gol de Letra - Fato Amazônico

Jogo reúne crianças para comemorar a primeira temporada do Gol de Letra

O projeto Gol de Letra, idealizado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), reuniu ontem (24), 24, mais de 300 crianças e adolescentes em um torneio festivo pelo encerramento da primeira temporada do projeto, no Estádio Carlos Zamith, bairro Coroado, zona Leste da capital.

Foram dez partidas promovidas. Na categoria infantil (8 à 12 anos), os garotos do bairro do São José 1 venceram os da Compensa por 3 a 1. Já pelo juvenil (13 a 15 anos), o projeto mantido no bairro Compensa venceu por 1 a 0 os jogadores do bairro São José 1.

Um dos craques do dia, Alan Feitoza, 13, o ‘Tartaruguinha’ como é conhecido entre os colegas do time, marcou cinco gols pelo time de seu bairro, São José 1. Alan cursa o quinto ano do ensino fundamental e sonha em ser jogador de futebol.

“O dia hoje foi muito bom. Torço para o Flamengo, mas jogaria em qualquer clube de futebol profissional. Sou canhoto e meu ídolo é o Messi, que joga muito. Tento imitar o que ele faz”, contou o garoto.

Reunindo, atualmente, 600 crianças e adolescentes de 8 a 15 anos, o Gol de Letra foi lançado em novembro de 2014 com o intuito de livrar garotos e garotas da criminalidade. O projeto é realizado em cinco locais da cidade, como na Compensa 2, São José 1, Crespo, Petrópolis e Manoa. Às segundas, quartas e sextas-feiras, pela manhã, das 9h às 12h, e de 14h às 17h, pela tarde.

Coordenador do projeto Gol de Letra, o ex-jogador de futebol Antônio Piola explicou que a ideia para este ano é expandir as atividades do projeto esportivo social para mais três locais da cidade, passando de 600 crianças beneficiadas para o total de 950.

“As atividades do projeto serão retomadas agora em maio e queremos expandir para mais três bairros de Manaus. A população está contente com esta iniciativa e os pais estão nos incentivando. Estamos felizes com os resultados alcançados até agora e queremos fazer uma festa ainda maior em dezembro que será o encerramento das atividades do projeto este ano”, declarou Piola.

Para o secretário da Semjel, Elvys Damasceno, o projeto vem obtendo sucesso e cumprindo sua missão de resgatar crianças e adolescentes. “O Gol de Letra é um projeto com aceitação bastante positiva nas comunidades. Os pais estão satisfeitos pela iniciativa da Prefeitura de Manaus, que, por meio desta atividade, está retirando muitas crianças das ruas”, enfatizou.

Matrícula

Os interessados em participar do projeto devem se dirigir a um dos centros esportivos nos bairros que recebem as atividades munidos do Registro Geral (RG) e comprovante de residência. Ao final de cada bimestre os boletins das crianças e adolescentes são verificados pela coordenação do projeto.