Em coletiva à imprensa com o ‘Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes’ e do “Movimento Nacional de Direitos Humanos Região Norte” realizada hoje (31), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o deputado José Ricardo afirmou que a intervenção no município de Coari é totalmente plausível. O

Os deputados Luiz Castro (PPS), Chico Preto (PMN) e o advogado do deputado Marcelo Ramos (PSB) também participaram da coletiva.

“Esse prefeito responde por cerca de 70 processos na Justiça do Amazonas que vão desde pedofilia a corrupção, as prestações de contas ao TCE são reprovadas, mas mesmo assim ele conseguiu participar das eleições e ser eleito, e isso não pode continuar. A intervenção é o anseio da sociedade”, disse o José Ricardo.

O petista destacou ainda, que apesar das graves denúncias de crimes cometidos pelo gestor, os órgãos do Judiciário trataram os processos com extrema morosidade. Só houve alguma celeridade na tramitação após os abusos contra as crianças terem sido noticiados em rede nacional. “Antes da mobilização da sociedade os processos estavam parados. A nossa esperança é que seja dada a atenção devida ao caso de Coari”, expôs.