Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os hospitais do Amazonas podem contar com cirurgiões dentistas nas equipes de profissionais que acompanham pacientes internados. Um requerimento, de autoria do deputado estadual Josué Neto (PSD), solicitando um estudo de viabilidade visando essa inclusão foi encaminhado ao Governo Estado nesta quinta-feira (14).

Segundo o parlamentar, o pedido foi feito com base no resultado da audiência pública realizada na última segunda-feira (11) que concluiu que a inclusão de profissionais de odontologia na equipe de atendimento intensivo dos hospitais do Amazonas pode reduzir os custos com internação de pacientes.

Na ocasião, a secretária Adjunta da Secretaria de Estado da Saúde (Susam) na capital, Denise Machado, disse estar ciente dos benefícios da odontologia hospitalar na prevenção e tratamento de doenças, e informou que o Estado está disposto a ampliar o quadro de odontologistas nas unidades de internações por entender que também se trata de uma redução de custos com internação, já que um paciente que não adquire infecções ou complicações durante a sua internação, pode ir para casa antes do tempo.

Durante a Audiência, o presidente do Conselho Regional de Odontologia, João Batista Franco, disse que a presença de odontologistas nas unidades de internação podem prevenir doenças como infecções e pneumonias, reduzindo o tempo que o paciente normalmente fica internado, gerando  economia para o Poder Público e maior disponibilidade de leitos.

“Diante dos benefícios que concluímos na audiência pública e dessa disposição da Susam em abraçar essa causa e essa necessidade, nós fizemos esse requerimento solicitando um estudo de viabilidade para tornar obrigatória a prestação de assistência odontológica a pacientes que estão em regime de internação hospitalar”, afirmou o deputado.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •